Categories:

http://portal.julund.com.br/thumb.php?w=480&h=300&src=http://portal.julund.com.br/wp-content/uploads/2014/03/O-Dominador.jpg

Neste aguardado segundo volume da trilogia iniciada por A submissa, Tara Sue Me conta a história de Abby e Nathaniel do ponto de vista dele, revelando seus sentimentos, pensamentos e desejos mais profundos. Nathaniel West é um bem-sucedido empresário em Nova York. Mas é entre quatro paredes que reside seu verdadeiro domínio. Experiente dominador, ele não aceita novatas como submissas. Espera de suas parceiras disciplina e rigor, e não tem tempo nem paciência para treinar alguém. Mas quando o nome de Abigail King aparece entre as candidatas a seu anúncio, ele se permite abrir uma exceção. Nathaniel se pergunta se a inexperiente e doce Abigail está pronta para o complexo e lascivo mundo que está prestes a admiti-la. Mas talvez a maior questão seja se ele está preparado para o turbilhão de emoções que virá com a entrada de Abby em sua vida.

O romance erótico entre Nathaniel e Abigail se dá início em “A submissa”, o primeiro livro da trilogia. Escrita por Tara Sue me. Primeiramente foi disponibilizado na internet como uma Fanfic  (Histórias escritas por fãs) +18 de Crepúsculo.
Conhecemos de cara Nathaniel, o dom exigente a Abigail a submissa destreinada.
O dominador nada mais é o primeiro livro pelo ponto de vista do Dom. De cara descobrimos muitos de seus mistérios e os motivos para se comportar de certas formas com Abigail.
Muitos que leram, tinham a impressão que Nathaniel era frio e imparcial. Considerei O dominador extremamente importante para que essas lacunas fossem preenchidas. Em poucas páginas vemos que não é bem assim. Abby e Nathaniel tem muita história juntos, mais do que jamais imaginávamos. Página por página vamos conhecendo esse dominador apaixonado, que na maioria das vezes está nervoso e assustado com a presença da única mulher que já o deixou balançado. Muitas vezes ele não sabe como agir ou o que falar.
Nathaniel é um empresário bem-sucedido. E também um dominador extremamente experiente e exigente que não gosta de treinar novas submissas. Ao olhar para as inscrições recebidas de algumas candidatas ele se depara com a de Abigail, quais eram as chances da mulher que ele sempre jugou impossível ter, estar interessada em servi-lo?
A partir do começo do relacionamento, podemos finalmente conhecer o Sr. West, um homem mestre em esconder emoções.
As cenas eróticas são fortes e bem explícitas. O tema BDSM é muito bem escrito e abordado. Não esperem flores e corações desde as primeiras páginas. O livro se trata de uma relação entre Dom e sub.
Apreciei muito mais esse segundo volume. Nathaniel com sua sensualidade consegue conduzir melhor a história. Temos a oportunidade de avaliar todos os seus questionamentos e descontroles que em “A submissa” ele parece não ter. Ao treinar e testar Abby, ele também esteve testando a si mesmo. Até onde ele poderia ir com aquela história de “Apenas dom e sub?”
Para quem gosta de livros hot’s é uma excelente indicação. Romance maneirado e com alguns clichês, porém que sabe trabalhar com seus diferenciais.

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *