Categories:

Bom, acredito que como a grande maioria todos conhecem a famosa e engraçada Bridget, interpretada pela tão doce e hilária Renée, mais o que poucos sabem é que essa história é baseada , isso mesmo baseada, em um livro.

Aproveitando a repercussão do lançamento do terceiro filme e livro das aventuras de Bridget resolvi (ok a pedido do Michel >.<) fazer a comparação de um com o outro.

Minha história com esse livro é engraçada ganhei ambos os livros da mesma amiga numa diferença de um ano cada um, ambos no meu aniversário comprados na mesma feira literária, o que essa amiga não sabia era que eu ia gostar tanto dos livros quando ela comprou para me presentear.

Bridget Jones é uma solteirona de 32 anos que resolve mudar de vida no ano novo. Faz uma lista das coisas que deve fazer e das coisas que deve parar de fazer, e retrata tudo em diário daí o nome do livro. Bridget passa 95% do livro no dilema, perder peso, arrumar um namorado e parar de fumar. O problema é que nos primeiros momentos ela se vê obcecada por seu chefe, que cá entre nós o descrito no livro é bem mais bonito que o Hugh Grant, sei que ele tem um jeito meio sedutor mais não tanto quanto o personagem descrito no livro. No decorrer do livro/filme percebemos que a personagem em si é super engraçada e romântica. E em uma manobra gigantesca de sua mãe Mark Darcy , interpretado por Colin Firth, na festa do peru ao curry de Una, amiga de seus pais e início o detesta, mas conforme o tempo esse detestar sofre uma mudança e ela se apaixona pelo esbelto advogado divorciado e rico. Terminando no final do primeiro livro/filme com um dos seus maiores problemas resolvidos, tinha finalmente um namorado.

No segundo Livro / Filme intitulado como “Bridget Jones: No Limite da Razão” podemos dizer que o roteirista do filme levou ao pé da letra a parte do baseado, pois ele realmente só se baseou no livro e criou uma nova para o filme, No segundo livro muitos personagens não tinham tanto destaque quanto no livro como por exemplo Daniel (o Ex-chefe), que no livro aparece muito mal, no filme ganha um destaque tremendo na viagem de Bridget com uma amiga para a Tailândia.

No meu balanço geral comparando os dois livros e filmes posso dizer que os dois são maravilhosos com suas histórias que se entrelaçam e nos fazem rir. Pela primeira vez eu não sei dizer qual dos dois é o melhor amei dos dois o mesmo tanto e estou mega ansiosa para novembro e poder desfrutar das aventuras dessa enrolada e doce mulher encarando mais alguma nóia que cerca a cabeça de toda mulher.

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *