Após entrar para o programa de proteção à testemunha, uma família americana ligada à máfia é transferida para a França. De início eles se adaptam à nova vida, mas aos poucos os velhos hábitos da máfia voltam à tona e eles passam a resolver os problemas que surgem a seu modo.

O Blog No Meu Mundo foi convidado à assistir o filme “A Família” que tem a estreia prevista para 20 de Setembro de 2013, quando cheguei na sala do cinema confesso que eu nem sabia qual era o gênero do filme e torcia para ser um filme muito bom que me mantivesse acordada, pois eu tinha virado a noite e fazia alguns dias que eu não tinha uma boa noite de sono devido o Rock in Rio e confesso que não pisquei o olho por nem mesmo um minuto.

O filme começa com mais uma mudança da família que está no programa de apoio à testemunha após o pai da família, Giovanni Manzoni (Robert De Niro) ter testemunhado contra sua antiga família da Máfia, o problema que uma família que cresceu na Máfia não vai deixar de lado seus velhos hábitos tão facilmente e com situações engraçadas podemos ver que mesmo com a aparência frágil de Maggie (Michelle Pfeiffer) e Belle Blake (Dianna Agron) é bom não mexer com essa família, seja você quem for.

Com muitas pitadas de humor o filme se torna bem rápido e engraçado, temos alguns momentos onde podemos ver melhor Giovanni, ver um pouco de sua história na tentativa do personagem de escrever sua história, é bem interessante também saber como a família se vira nessa nova vida, o mais legal é que apesar de todos os problemas da questão de ser uma família vinda da Máfia, de estarem em um programa de apoio à testemunha onde tem gente querendo mata-los, podemos ver que alguns problemas, principalmente dos filhos, são comuns, igual ao de uma família normal.

Sobre o final do filme é sensacional, eu fiquei tão vidrada no que acontecia no filme que confesso que tive que me lembrar de respirar, pois o final… É melhor eu ficar quieta para evitar spoiller.

Um filme de grande elenco não se pode esperar menos do que maravilhoso em relação à atuação, Dianna Agron mostra que não é apenas uma Líder de Torcida de um seriado musical, mostrando que está à altura dos atores mais consagrados nesse filme.

Esse com certeza é um filme que irei ver de novo no cinema, diversas vezes, vale a pena assistir.

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *