[Crítica] Aquaman

No vasto universo de super-heróis da DC Comics, temos algumas lendas, e algumas piadas. Sem duvidas Aquaman é uma dessas piadas. Mas não é para menos, um cara de laranja que conversa com peixes, e anda nas costas de um cavalo-marinho só poderia ser encarado como piada. Mas Jason Momoa chegou para mudar isso.

Na verdade, Aquaman começou a mudar há muitos anos atrás quando novos roteiristas assumiram o cargo na DC Comics, revelando um lado mais “machão” do personagem. Mas foi Momoa que personificou esse lado nas telas, e claro, para o grande publico. James Wan foi o encarregado de contar essa estoria, acostumado com o cinema de terror, o diretor de ‘Invocação do Mal’ mostra mais uma vez que  manda bem na ação.

Todo o universo construído para as telas é muito bonito, colorido e com efeitos visuais da melhor qualidade. Wan tira um ótimo proveito das profundezas do mar para inserir criaturas bizarras e monstruosas, e todas as cenas são lindas. O diretor que fez sua primeira excursão no mundo da ação na franquia ‘Velozes e Furiosos’, mostra que aprendeu, evoluiu e agora sabe dirigir cenas de porradaria com qualidade. Mas não em todos os momentos. Quando acerta, acerta com louvor, mas quando erra, infelizmente desperdiça bons momentos.

Boa parte de Aquaman funciona graças ao seu visual deslumbrante, pessoas falando embaixo da água, e algumas cenas de ação muito boas. Mas por outra lado, Wan não consegue manter o ritmo durante todo o filme, e em muitos momentos entrega cenas fracas e diálogos cansativos. O filme tenta evoluir, mas se perde em momentos desnecessários com uma dupla horrível: Momoa e Amber Heard.

A dupla protagonista é extremamente fraca, Amber não consegue entregar boas emoções durante o filme, e Momoa segue sendo fraco tanto no humor quanto em cenas mais sérias. O casal, além de forçado não tem química, e não se complementam em hora alguma. Já Nicole Kidman e Patrick Wilson continuam excelentes como sempre.

Wan merece todo o credito pelo mundo incrível que foi criado para mostrar todo esse universo subaquático, que com sua excelência consegue entregar algo novo e bonito de se assistir. Toda a mitologia de Aquaman é muito bem apresentada e muito bem explorada, muito mais do que Mulher-Maravilha. Outro ponto negativo é sua trilha sonora sem sentido, que oscila entre o pop e trilhas mais densas como por exemplo Blade Runner, infelizmente não souberam o que fazer com o filme, e o resultado é desastroso.

Aquaman sofre com falta de ritmo, protagonistas ruins, cenas ruins, mas no geral ainda consegue apresentar algo novo. O pior do filme veio do legado de Zack Snyder (Batman vs Superman) e o melhor de James Wan.

Nota: 7.0/10

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s