[Notícia] Patera Negra recebe sete indicações ao Oscar, incluindo a de melhor filme!

A última semana foi com certeza uma semana de grande felicidade para os estúdios Marvel e para todo os universo dos quadrinhos. Isso porque dois dos grandes sucessos das HQs nos cinemas garantiram presença na concorrida premiação do Oscar de 2019. Veja a lista completa dos indicados.

Os Vingadores: Guerra Infinita, conquistou a indicação na categoria efeitos especiais, enquanto Patera Negra, recebeu nada menos do que SETE indicações ao Oscar, incluindo trilha sonora, canção original, mixagem de som, edição de som, direção de arte e figurino e claro, MELHOR FILME!Nunca antes na história de Wakanda e do mundo um filme de super-herói foi indicado a categoria de melhor filme, o que por si só, já é um ato histórico!!!!!!

Dirigido por Ryan Coogler, o filme conta a ascensão ao poder de T’Challa (Chadwick Boseman) depois que seu pai é morto num atentado que assistimos lá em Capitão América: Guerra Civil. Assim, T’Challa assume o papel de rei de Wakanda, a nação mais rica do mundo graças a abundancia de um poderoso metal chamado vibranium e um local cercada por miticismo, representatividade, intrigas e polêmicas.

O longa foi um enorme sucesso de bilheteria, sendo o primeiro filme solo de herói a arrecadar impressionantes 1, 34 bilhões nas bilheterias mundiais.  Só nos Estados Unidos, foram 700 milhões, mais até do que Os Vingadores: Guerra Infinita.

Seu grande sucesso de audiência pode ser justificado pela representatividade ímpar que o filme carrega:

  • A organização política de Wakanda é igualitária e atribui grande importância ao papel feminino, conforme podemos ver a partir do papel desempenhado por personagens marcantes como Naki ( Lupita Nyong’o) e Okoye (Danai Gurira), ambas guerreiras respeitadas e de confiança do rei;  a  irmã do rei, Shuri (Letitia Wright) e a rainha mãe Ramonda (Angela Bassett) que é uma grande conselheira do reino;
  • A representatividade negra é algo extremamente importante e caro ao longa. Não apenas porque quase todo o elenco é composto por negros, mas pelo lugar que eles ocupam, pelo papel que desempenham, pela valorização da diversidade cultural africana, pela primeira vez um filme de sucesso sobre um povo africano dá mais destaque para as pessoas do que para os animais e a biodiversidade do continente (desculpa Simba). Não existe nada mais gratificante do que ver aquele menininho negro finalmente se reconhecendo com um grande herói negro que valoriza suas origens;

O vilão Erick Killmonger (Michael  B. Jordan), é outro ponto alto do filme. Ele é o responsável em trazer para o longo os problemas sociais deixados pelo racismo a toda a população negra: o aprisionamento cultural, o roubo de artefatos de diferentes culturas africanas, a sujeição a situações de violência, pobreza etc. Tendo como motivação a busca por melhorias para a população negra, que sofria longe da segurança e riqueza de Wakanda, ele derrota seu primo, T’Challa num confronto justo, assume o controle de Wakanda e o obriga a dar um golpe de estado, num inversão de valores que enriquece de interessante o conflito moral e político trabalhado por Coogler no filme.

O filme ainda trás uma forte trilha sonora, que conta com nomes de peso do rap norte-americano, como Kandric Lamar, conhecido por suas letras que tratam sobre temas sociais que afetam a população negra nos Estados Unidos. A Kandricl Lamar foi dado a  função de ser um dos produtores das canções originais do longa, cujo álbum chegou a ficar no topo entre os discos mais vendidos nos Estados Unidos. O compositor Ludwig Göransson, parceiro de Ryan Coogler, também participou da produção sonora, incrementando as melodias com instrumentos típicos das culturas africanas. A canção All The  Star, de Kandric Lamar em parceria com a cantora SZA foi indicada a categoria de melhor canção original do Oscar.

Com certeza é um filme bem produzido, que se destaca fortemente pela representatividade que carrega e merece as indicações que conquistou no Oscar. Existe nos Estados Unidos uma grande pressão de atores/diretos e da comunidade negra em si (que historicamente luta por seus direitos e espaços) para uma maior valorização dos profissionais negros tanto no cinema, quanto na música. Uma abertura dessas, vindo de um espaço tão conservador e e notoriamente branco como a Acadêmia do Oscar, deve ser muito comemorada sim!Ganhando ou não, está ali é uma vitória para os atores do longa e  para todos os envolvidos com o universo dos quadrinhos. Nas redes sociais, os atores de Pantera Negra manifestaram sua alegria com a notícia. Em seu Twiiter, Lupita Nyon’g escreveu: “Sete indicações ao Oscar para Pantera Negra, incluindo Melhor Filme!! Essa foi nossa reação a primeira vez que vimos filmagens do longa e estamos nos sentindo assim novamente hoje! Obrigada, Academia! #WakandaForever #Oscars”

Já Letitia Wright, que vive Shuri, publicou uma foto do elenco, com a legenda: “História foi feita novamente nesta manhã. Sete indicações ao Oscar incluindo Melhor Filme! Deus é realmente incrível. Obrigada a todos pelo amor e apoio. Honestamente, fizemos esse filme com amor e queríamos inspirar o mundo com ele. Obrigada, Academia!”

O intérprete do Homem de Ferro, Robert Downey Jr., por sua vez, comentou a indicação de Guerra Infinita, dizendo: “Orgulhoso de ser um Vingador. Parabéns a todos!”

A premiação do Oscar ocorre dia 24 de fevereiro, parabéns e boa sorte a todos!!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s