[Crítica] The Alienist – Temporada 1

‘The Alienist’ série baseada no livro de mesmo nome escrito por Caleb Carr, é uma produção do canal ‘TNT’, sendo transmitida fora dos Estados Unidos pela ‘Netflix’.

Em 1896, Nova York é assombrada por terríveis assassinatos, sendo todas as vítimas garotos jovens. Em meio ao caos e o medo, Dr. Laszlo se junta a um grupo na tentativa de solucionar os crimes, e ainda aprender mais sobre a mente humana e o que leva uma pessoa a cometar tais atos.

Com apenas 10 episódios, “O Alienista” é uma ótima escolha para quem está a procura de uma boa série com termino rápido. O visual e todo o clima sombrio combinam muito bem com as estorias de terror passadas na antiga Londres, sendo que o próprio Jack, o estripador, provavelmente um dos seriais killers mais famosos do mundo, atuou em 1888, sendo claramente uma das influencias para a obra de Carr. A forma como a série retratou a cidade em 1896 é de extremo realismo, com locações muito bem montadas e cheias de detalhes. Uma imersão super realista que sem duvida ajuda a deixar aquele calafrio nas cenas mais tensas.

A direção dos episódios consegue tirar do local e de seu elenco os melhores momentos, mesmo não sendo uma direção espetacular, ela cumpre bem o seu papel. Tanto o roteiro quanto a trama não apresentam grandes novidades, e se você é fã desse tipo de estoria, com certeza o roteiro não vai te surpreender. Os assassinatos, a investigação, o grupo sendo formado, todos os elementos básicos para se contar um estoria de suspense estão presentes na série, e na verdade, não sinto que em nenhum momento ela tenha sido tratada como algo novo ou espetacular, nem mesmo a forma como você chega ao assassino te indica isso. A série se preocupa em contar uma boa estoria, mesmo que já batida, e te levar por uma jornada pela fria Nova York do seculo 19.

No elenco temos grandes nomes como Daniel Bruhl, Dakota Fanning e Luke Evans, e todos entregaram ótimas atuações, e no final das contas formaram uma ótima equipe juntos. Também me impressionou o elenco jovem da série, muitos garotos de pouca idade interpretando prostitutos homossexuais e boa parte vestidos de mulher, e todos fizeram um grande trabalho.

Na minha opinião, diferente de muitas séries por aí, ‘The Alienist’ não procura encher linguiça, ela pega um fio condutor e vai até o fim, e conta até mesmo com distrações ali no meio da temporada para tirar o espectador comum de rumo, o que é bom e interessante. A série não tem o melhor desfecho de todos, mas cumpre bem o seu papel, e sinceramente, fecha todas as pontas soltas e não precisa de uma segunda temporada.

Mesmo sendo uma série simples, ela consegue te prender e te deixar apreensivo até o final, mesmo seguindo essa formula batida, e não apresentando grandes revelações. “O Alienista” é uma boa série, e vale o seu tempo, principalmente para os fãs de seriais killers.

Nota: 8.5/10


Anúncios

Um pensamento sobre “[Crítica] The Alienist – Temporada 1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s