A princesa do poder na NETFLIX: She-ra 

“She-Ra : Princess of Power” está chegando na Netflix ainda este ano? Sim, também fiquei boquiaberta e feliz com a notícia de que a nova “She-Ra” será uma visão moderna da personagem para ser apresentada a uma geração de jovens fãs, de acordo com a descrição oficial.

Onde segundo fontes de pesquisa o comunicado de imprensa também observou que a fantasia épica comemorará a amizade feminina e o empoderamento.

A Netflix e a DreamWorks Animation Television se uniram para fazer uma série de novas animações, incluindo uma nova apresentação de “She-Ra” da premiada Noelle Stevenson.

O desenho “She-Ra : Princess of Power” original surgiu em 1985 como contraponto ao popular desenho “He-Man”, sobre seu irmão gêmeo “há muito perdido”, que havia sido baseado no Conan – o Bárbaro, numa tentativa das empresas de brinquedos oitentista em trazer um personagem similar para o universo infantil.

She-ra contava as aventuras da princesa Adora, que se transforma numa guerreira poderosa usando uma Espada especial, forjada no Castelo de Grayskull para ajudar os cidadãos de Etheria a lutar contra os inimigos.

A nova animação possui, segundo fontes de pesquisa, um elenco que conta com Aimee Carrero (Adora/She-Ra), Jordan Fisher (Seahawk), Marcus Scribner (Bow), Lorraine Toussaint(Shadow Weaver), Sandra Oh (Castaspella), Karen Fukuhara (Glimmer), AJ Michalka (Catra), Reshma Shetty (Angella), Keston John (Hordak), Lauren Ash(Scorpia), Christine Woods(Entrapta), Genesis Rodriguez (Perfuma), Vella Lovell (Mermista), Merit Leighton (Frosta) e Krystal Joy Brown (Netossa). O ganhador do Eisner Award, Noelle Stevenson,será o showrunner.

Recentemente novas artes foram divulgadas em uma revista (via ComicBookMovie), dando uma ideia de como She-Ra vai ficar. Um pôster mostrado anteriormente já tinha indicado que o visual será bem diferente do original, mas agora vemos em detalhes a guerreira no novo traço. Que ao meu ver se assemelha bastante à estética dos animes e principalmente outros desenhos americanos mais atuais…

Pessoalmente apenas espero que as aventuras de Adora não sejam reduzidas à algo meio morno como acontecido nos reeboots de DuckTales e Jovens Titãs por exemplo. E que a personagem não seja transformada em uma “guerreira” infanto – juvenil preocupada com “a moda de Etheria” ou como arrumar o cabelo para lutar, como vejo certos desenhos recentes (cujo nome prefiro nem mencionar) representando muito parcamente heroínas e vilãs consagradas como Mulher Maravilha ou Arlequina…

Mas como tais animações que deixam a desejar NÃO SÃO DA NETFLIX, então que venha agora para breve uma nova She-Ra ajudar a formar uma nova geração de guerreiras! “Pela Honra de Grayskull!”


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s