[Resenha]Deixada para trás

Nicole Cutty e Megan McDonald não tinham tanto em comum além de estudar no mesmo colégio. Megan era a garota perfeita, cheia de amigos, com uma bolsa para a universidade de Duke, filha do xerife da cidade e com um belo futuro planejado. Nicole era conhecida por seus excessos, por sua agressividade, e muito popular entre os garotos. Duas garotas completamente diferentes, mas que tiveram o mesmo destino trágico: foram sequestradas por um psicopata.
E somente Megan escapou para contar sua história.

A Faro editorial lança em novembro o segundo livro do elogiado Charlie Donlea. Depois do sucesso de seu livro de estreia, “A Garota do Lago”, com mais de 50.000 copias impressas no Brasil em 2017, o autor nos apresenta um thriller para devorar, onde duas garotas encontraram seu pior pesadelo na mesma noite, mas apenas uma pode contar o que aconteceu. Ou o que ela pensa que aconteceu…

Quando Megan consegue escapar do bunker em que esteve isolada durante duas semanas seu primeiro instinto foi de correr em busca de ajuda. Resgatada, machucada, traumatizada, mas livre, Megan virou a notícia instantânea do país. Mas e Nicole? Depois de um ano, Megan se torna autora best-seller com seu livro “Desaparecida”, em que narra as partes nebulosas do que aconteceu durante duas semanas em poder do sequestrador. Sua mente não consegue lembrar de detalhes e muito menos de Nicole Cutty.

Diferente do restante do país, a médica legista Lívia Cutty não é uma das fãs de Megan e de sua história, afinal, sua irmã também foi sequestrada naquele mesmo dia, e ainda estava desaparecida, mas parece que histórias como a de Nicole não merecem ser contadas. Era o que ela pensava até que numa manhã o cadáver de um suposto suicida chega ao necrotério e Lívia descobre se tratar de alguém morto há mais de um ano e ligado ao passado de Nicole.

Procurando respostas para o que realmente aconteceu com sua irmã, Lívia entrará numa busca intensa por novas pistas e ligações entre Nicole, Casey e outras garotas também desaparecidas sob condições semelhantes, algo que começa a desenhar uma relação macabra sobre o destino de sua irmã.

Lívia e Megan vão unir forçar para tentar reviver aquela noite e encontrar uma saída para o labirinto que a mente de Megan criou. Será que Nicole ainda estaria viva? Porque Megan conseguiu fugir? O que Casey tem a ver com essa história? Por que parece que ninguém está interessado no paradeiro de Nicole? Quem estará por trás disso?

Mesclando flashes do passado e do presente – uma das características mais marcantes dos livros de Donlea -, o leitor vai mergulhar numa busca desesperada por pistas em cada um dos detalhes sinistros dessa história. Afinal, uma vida pode acabar, mas às vezes seu caso se mantém vivo para sempre.

Livros de suspense costumam facilmente atrair a curiosidade alheia. Uma capa contendo um cadáver de uma jovem mulher muito bonita traz a quase necessidade de saber sua história. É assim com “Deixada para trás” de Charlie Donlea.

O livro nos conta a história de Nicole Cutty e Megan McDonald, duas jovens formandas da pacata cidade de Emerson Bay, na Carolina do Norte, que desaparecem em meio à uma festa à beira do lago. A força policial e os habitantes da cidade se empenham na busca, porém não encontraram sinal das garotas. Quando todos estão prestes a perder as esperanças, Megan consegue escapar do cativeiro onde estava e voltar em segurança para casa.

Para o alívio de todos, a história trágica do sequestro de Megan termina bem. Um ano depois, a jovem lança um livro contando o que sofreu naquelas semanas. As vendas do livro fazem com que ele logo se torne um best-seller. O país inteiro se interessa pela história da garota prodígio, da filha querida, da aluna exemplar que escapou de um pesadelo para se tornar uma heroína nacional! Ninguém quer saber da garota que desapareceu e não foi encontrada. A única que demonstra se importar com o desaparecimento é sua irmã, Lívia Cutty. Muitos anos mais velha que Nicole, Lívia é formada em medicina e, após a tragédia da irmã, optou por uma especialização em patologia forense.

Enquanto espera pelo aparecimento dos restos mortais de Nicole, são os restos de outra pessoa que surgem em sua mesa, promete possíveis respostas sobre o que aconteceu com sua irmã. Após examinar o corpo de um rapaz no necrotério onde trabalha, surgem pistas de que ele está ligado ao passado de Nicole e,assim, Lívia embarca em uma investigação e aos poucos ela começa a descobrir coisas sobre a irmã e sobre um grupo com quem ela estava envolvida… Mas é com a ajuda de Megan que Lívia fará progressos e descobrirá a terrível verdade sobre o desaparecimento de sua irmã.

Este é um livro de suspense muito bem elaborado e planejado com uma série de reviravoltas e pistas que nos jogam de um lado para o outro em nossas suposições, a trama se desenvolve de maneira viciante e causa desespero para chegarmos logo ao final e descobrir toda a verdade. E quando finalizamos é de se surpreender.

Resenha por Rafaela Degliomini


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s