[Crítica] A Barraca do Beijo

Melhores amigos desde sempre, Elle (Joey King) e Lee (Joel Courtney) têm a inventiva ideia de gerenciar uma barraca do beijo durante um evento da escola. Para fazer da proposta um sucesso, a garota tenta convencer o galã Noah (Jacob Elordi), seu crush e irmão mais velho de Lee, a participar da brincadeira. Ele mostra-se irredutível, mas os dois acabam se aproximando como nunca, o que estremece a amizade de Elle e Lee.

Vocês já correram pra conferir a nova comédia romântica produzida pela Netflix que vem dividindo as opiniões na internet?

Estreando na plataforma de streming no último dia 11 de maio, com direção de Vince Marcello, A barraca do Beijo (inspirado no livro homônimo  escrito por Beth Reekles) conta a história da amizade entre Elle Evans (Joey King) e Lee Flynn (Joel Courtney) e como tudo se complica quando Ellen, por causa de uma barraca de beijos, se apaixona pelo irmão mais velho de Lee, Noah (Jacob Elordi), por quem ela já tinha tipo, uma quedinha desde sempre.

Amigos desde a infância, Lee e Ellen possuem uma amizade muito forte e como uma forma de definirem parâmetros  no relacionamento dos dois, elaboraram uma série de regras, sendo uma delas, a impossibilidade de se relacionar com um parente próximo de um ou de outro, como um irmã por exemplo, o que torna a paixoniti de Ellen por Noah um verdadeiro problema para a amizade dos dois.

Com essa “baita carga emocional”, o filme é uma verdadeira mistura entre aquelas comédias românticas (comuns no inicio dos anos 2000) e os seriados da Disney Channel. Então é uma coisa bem leve de assistir e por vezes bem engraçada. O lado negativo (ou não) disso tudo é que na maioria das vezes o filme é um verdadeiro retalho de clichês, com cenas e diálogos que já vimos tantas vezes em tantos outros trocentos filmes que vieram antes dele que fica muito fácil adivinhar o que nos espera.

Em muitas cenas eu conseguia imaginar e verbalizar o que aconteceria logo em seguida (tipo, ih, agora ele beija ela. Ih, nossa, agora ele vai descobrir), então pelo menos pra mim, isso tornou o filme muito sem graça por um lado, ou ainda mais engraçado pois eu ficava rindo toda vezes que acertava o que viria a seguir. Fora que o par romântico de Ellen, Noah, é a expressão máxima de tudo o que já vimos nesse tipo de filme: lindo, forte, atleta, popular, problemático e apesar do jeito de bad boy, um molengão. Então minhas rações ficaram divididas o tempo todo entre “ownnn e aff”. Mas fui mais aff do que ownn, confesso.

Porém, confesso também que me surpreendi em alguns pontos. Eu comecei o filme achando que seria aquele tipo de filme que no final, depois de tudo, os amigos enfim entenderiam como se sentiam em relação ao outro. O outro foi a própria Ellen e o fato dela não fazer aquela linha puritana com as questões sexuais, o que é bem em comum neste tipo de filme. Ou pelo menos isso era.

E apesar de ter achado algumas coisas bem ruizinhas, eu confesso (mais uma vez) que fiquei acalentando aquele sentimento de nostalgia da época em que eu parava para assistir as comédias românticas da Sessão da Tarde, de filmes tipo “Ela é demais”, “A Nova Cinderela” ou ainda depois com “Meu namorado é uma super estrela”.

Então se você quer algo superficial pra se divertir e com aqueles chavões clichês consagrados por Hollywood que a gente finge que não gosta mas sempre dá risadas e suspiros quando encontra um, a Barraca do Beijo é o filme do momento!

E depois de sua grande repercussão, para o bem ou para o mal, nas redes sociais, será que essa moda pega de novo?

A seguir, algumas curiosidades sobre o filme retiradas do site da Capricho:

Contêm spoilers

 

1- Ele é baseado em um livro de mesmo nome da autora Beth Reekles. Antes de ser publicada, a história foi originalmente postada online no Wattpad por Beth quando ela tinha apenas 15 anos.

2- As gravações do filme rolaram em Los Angeles, EUA, e em Cape Town, África do Sul. E, sim, aquela cena foi realmente filmada no letreiro de Hollywood.

3- Foi durante as gravações do filme que Joey King e Jacob Elordi se conheceram e começaram a namorar – eles já estão juntos há mais de um ano.

4- Além de Joey King, outras 3 atrizes interpretaram Elle: Megan du Plessis (4 anos), Caitlyn de Abrue (7 anos) e Juliet Blacher (11 anos).

5- Apesar de todo mundo chamar Elle pelo apelido, seu nome real é Rochelle. Se você ouviu o Lee (ou o Noah) chamando ela de outro nome, é porque Shelly é um dos apelidos dela também.

6- Durante a cena do baile, uma versão da música Don’t You (Forget About Me), do Simple Minds, é tocada. Essa música também está na trilha sonora de Clube dos Cinco, filme estrelado por Molly Ringwald (que interpreta a mãe de Lee e Noah).

7- As gravações do filme aconteceram entre janeiro e abril de 2017.

8- The Kissing Book tem uma história complementar, publicada no Wattpad, que acontece durante as férias de Elle, Lee e Noah. Detalhe: nela, Elle e Noah já são um casal! Você pode ler, em inglês, neste link.

9- A autora do livro, Beth Reekles, faz uma participação no filme durante a festa de aniversário à fantasia de Elle e Lee.

10- A cena favorita da Joey King é quando Elle encontra as garotas OMG pela primeira vez.

11- Jacob Elordi aprendeu a andar de moto no set de gravações, para poder viver o Noah.

12- Joel Courtney, o Lee, bateu e cortou o queixo no primeiro dia de filmagens e teve que deixar o set para levar pontos no hospital.

13- Achou a casa dos Flynn chique? Isso que você não viu ela inteira! A casa usada para as gravações tinha QUATRO piscinas!

14- Joey King teve que gravar uma cena jogando futebol logo após de gravar uma cena comendo o equivalente a três hambúrgueres. O resultado? Ela vomitou no meio da gravação!

15- Joel Courtney teve que usar um dublê para a cena em que pula do terraço para a piscina. De acordo com Joey, o terraço era muito alto e a piscina, super rasa.

Matéria capricho feita por: Bruna Nobrega.


Anúncios

Um pensamento sobre “[Crítica] A Barraca do Beijo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s