[Crítica] The Walking Dead – Temporada 8

‘The Walking Dead’ foi visto por muito tempo como uma das maiores séries já produzidas, bateu recordes de audiência, e agora passa por um declínio de partir o coração de qualquer “walker”.

Desde que o grande vilão Negan chegou, com sua inseparável Lucille, os fãs ficaram malucos com as possibilidades, e não foi por menos, o vilão foi responsável por uma das cenas mais brutais da TV. Mas com um roteiro fraco, nem mesmo o vilão escapou de reviravoltas fracas e nada chocantes.

Faz anos que The Walking Dead tem corrido em volta do próprio rabo, tocando sempre nos mesmos temas, e seus personagens em uma bipolaridade inacreditável. O personagem jura vingança, diz que vai matar, e dois episódios depois ele se nega a cometer qualquer ato de crueldade, e não estou falando de um personagem especifico, mas de vários. Em suas oito temporadas, os roteiristas insistem sempre nos mesmos dilemas, Morgam não sabe o que faz da vida, Rick já mudou milhares de vezes e sempre volta a ser o mesmo Rick, e fora vários outros que estão seguindo pelo mesmo caminho complicado. Existe uma diferença entre criar personagens complexos e simplesmente não entender a essência de cada um. Os personagens mudam de um ponto ao outro em segundos, e várias vezes dentro de um curto prazo, e sempre fazendo o mesmo escarcéu. As mudanças nos personagens são sempre bem vindas, mas um homem que esmaga a cabeça de outro a sangue frio, com um taco de basebol, só pode ter muitos problemas.

Outro problema em The Walking Dead, os zumbis já não tem mais importância, o foco saiu da sobrevivência contra eles, e passou a ser essa “guerra”, que em nenhum momento foi sentida. A direção de todos os episódios são de baixíssima qualidade, as mortes pouco emotivas e sem importância ou peso. Cade aquele The Walking Dead que te fez esperar mais da metade da temporada para saber o destino de um personagem, só para no final valer a pena por cada gota de lagrima derramada. Essa temporada não deu peso a nenhuma morte de seus personagens, nem mesmo um importante que estava na série desde o inicio.

Os locais, as cenas de ação, a série ficou monótoma e sem novidade. Entendo a intenção da paz prevalecer, e nos dias atuais essa mensagem é mais importante do que nunca, mas é uma série, uma ficção apocalíptica sobre zumbis, onde essa guerra foi preparada por várias temporadas, para não ser levada a lugar nenhum?  Em nenhum momento em senti o peso da guerra, ou das decisões dos personagens. A guerra e todo a sua promessa dentro da série, falhou miseravelmente. Uma espera em vão.

The Walking Dead caiu muito na qualidade, e digo isso como o cara que escreveu a critica da temporada passada protegendo e tendo boas esperanças sobre seu futuro, mesmo percebendo os problemas. Eu espero sinceramente um retorno melhor, principalmente agora com uma nova showrunner, a nova temporada precisa de urgência de um novo foco, e novos ares. Caso ao contrario, é melhor a série dizer adeus e ter logo seu fim, antes que não sobre mais nada para proteger.

Nota: 6.5


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s