[Resenha] Impiedosa

Sofia Flores está acostumada a se mudar. Sua mãe trabalha como técnica de laboratório médico para o Exército dos Estados Unidos e, de seis em seis meses, elas precisam arrumar as malas e partir para uma nova casa, em uma nova cidade, com uma nova escola pela frente. Nem sempre as adaptações são fáceis. O desafio da vez é a escola Adam High, na cidade militar de Friend, no Mississípi. Mas o que à primeira vista parece apenas uma pacata cidadezinha é um local cheio de sinais macabros: gatos que aparecem mortos sem a pele, um professor assassinado, rituais secretos, encontros às escondidas.

O mal está à espreita e Sofia se envolve com as populares Riley, Alexis e Grace, uma turma de meninas religiosas, disposta a se unir em rituais de exorcismo para livrar a comunidade do espírito maligno que ronda o local. O foco das garotas está direcionado para Brooklyn Stevens, uma adolescente alternativa, que gosta de tatuagens e piercings e coleciona uma lista de acusações. Tanto Riley quanto Brooklyn parecem simpáticas e amigáveis e Sofia vai precisar aprender a ler os sinais para descobrir em quem acreditar.

O som das contas do rosário que a avó doente de Sofia reza constantemente aparece como trilha sonora para esse thriller eletrizante de terror psicológico, assim como as histórias de seus antepassados no México ajudam a compor o pano de fundo da trama, que culmina, certa noite, num ritual violento. Presas numa casa, em meio a uma espécie de exorcismo mais próximo da tortura do que da salvação, Sofia, Riley, Alexis, Grace e Brooklyn vão descobrir que todas possuem segredos terríveis, que gostariam de esconder.

Impiedosa é um livro de terror jovem que conta a historia de Sofia Flores, uma garota latina que acaba de entrar em um novo colégio, no primeiro dia de aula, Sofia faz amizade com as três garotas mais populares do colégio que são Riley, Alexis e Grace. Além delas Sofia também se enturma com Brooklyn, a rebelde que possui desafeto com as garotas populares. Okay, isso está parecendo meio clichê, a rebelde e as populares são inimigas e talz… Mas acredite, historia clichê é tudo o que esse livro não possui.

Na verdade o livro meio que te engana a pensar que ele será uma historia como muitas que lemos por aí, pois a princípio, por ser ambientado em uma escola e ter aqueles grupos bem característicos, dá para pensar que vai ser apenas mais do mesmo, é engraçado que a própria Sofia comenta que tudo no colégio é igual a qualquer colégio de filme americano, mas então você descobre que nem tudo é assim.

Okay que a princípio os personagens parecem ser iguais a de qualquer outro livro adolescente, Riley é a popular da escola, linda e parecendo bondosa, ela é a líder do grupo. É extremamente religiosa, daquele tipo bem bitolada sabe? Do tipo que acredita que tudo pode ser salvo pela fé, por orações etc. O que não se pode salvar dessa forma é obra do demônio.

Suas fieis escudeiras Alexis e Grace vão totalmente na onda de Riley e assim como a líder do bando, elas são lindas e parecem ser bondosas.

Brooklyn, a garota rebelde tem uma historia ligada ao trio popular, apesar de hoje ser um grande desafeto para o trio, no passado o trio popular e ela eram grandes amigas, porém por algum motivo Brooklyn mudou seu comportamento de uma hora para a outra e se afastou, começando a conviver com pessoas estranhas e a ter comportamentos mais estranhos ainda.

E é meio que nisso que a trama se desenvolve, com a chegada de Sofia que acaba sendo um elo entre o trio e a rebelde, Riley vê nisso uma ótima oportunidade de descobrir o que aconteceu com Brooklyn e quem sabe recuperar a amizade? Mas se lembra que falei ali acima que Riley é uma fanática religiosa? Então ela acredita que Brooklyn precisa ser exorcizada para voltar ao normal, acreditando que ela está possuída por algum demônio e logicamente isso não poderia dar certo. Diversos eventos acabam fazendo com que as garotas se envolvam em uma tragédia anunciada (sabe, quando lia o livro essa música tocava na minha cabeça) que foge do controle delas.

Com o passar das páginas você descobre que Brooklyn não é a única a ter um segredo, o trio popular esconde fatos obscuros do passado que são revelados aos poucos para o leitor.

Aos poucos você também vai descobrindo sobre o passado traumático de Sofia através de flashbacks e o mais interessante é a forma que essas memórias são reveladas, é como… Se tivesse algo errado, como se fossem memórias de outra pessoa e não da Sofia que conhecemos.

Agora chega de falar de cenas do livro antes que eu fale demais, o que você realmente precisa saber é que Impiedosa não é livro único, ele é o primeiro de uma série que já possui quatro livros lançados lá fora (então pelo amor dos leitores Rocco, lance tipo amanhã os outros, eu preciso deles).

O inicio do livro é bem de boas e parece que o terror será algo brega, porém espera um pouco, sua opinião vai mudar drasticamente em relação a isso, não que você vai escutar vozes ou ter medo de dormir de noite, na verdade o medo que o livro traz é de outro tipo.

Eu diria que ele tem uma grande critica à pessoas que são bitoladas em suas religiões, pois você chega a sentir uma grande repulsa com as cenas de torturas onde tentam usar fé para tentar salvar uma pessoa, mostrando como o fanatismo religioso pode levar a destruição total

Confesso que quando vi sobre o livro eu não imaginava que iria rolar tudo isso, imaginava um terror mais de assombração e talz, por isso me surpreendi positivamente com o livro.

O mais legal é a realidade do livro que mostra que o mal pode estar em qualquer lugar, mesmo aonde você menos imagina e quando chegar ao final, tenha certeza que assim como eu você estará desesperado esperando os próximos.


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s