Mistérios nos Bastidores do filme “O Exorcista”

Um fenômeno quase paranormal atingiu o mundo em 1973. Multidões sofreram de náuseas, desmaios, alucinações e calafrios, numa histeria coletiva sem precedentes. Isso tudo causado por um filme, O Exorcista, baseado no livro, com o mesmo nome, de Willian Peter Blatty.

Mas o que poucos sabem é que o livro não se trata apenas de uma historia fictcia, ele foi inspirado em um caso real, algo que nem a ciência sabia explicar, algo que foi considerado um exorcismo de verdade

Na época do lançamento do livro vários fatos foram mudados para preservar a imagem da família que passou por isso tudo, porém recentemente a editora DarkSideBooks lançou o livro “Exorcismo” do jornalista Thomas B. Allen que traz um relato ainda mais preciso sobre o caso, por exemplo a criança possuída não é uma garota e sim um garoto de 14 anos e tudo começou, provavelmente, através de um tabuleiro Ouija.

Mas hoje eu não vim falar do caso real, pelo menos não desse caso real, essa introdução é apenas para que vocês saibam que, todos os casos “sobrenaturais” ocorridos durante as gravações em 1973 podem não ser apenas coincidências infelizes… Afinal quando se brinca com o oculto, o oculto também quer brincar com você. Então vamos começar a conhecer esses fenômenos.

MORTES

– O ator Jack MacGowran é o primeiro a morrer no filme, despencando de uma tenebrosa escadaria. Uma semana após terminar as filmagens o ator faleceu de verdade por pneumonia, será que foi isso mesmo?

– Vasiliki Maliaros, aos 90 anos, morreu depois de filmar seu papel como mãe Padre Karras.

– John Frankenheimer era um diretor respeitado em Hollywood, ele então recebeu o convite para dirigir “Exorcista: o Início” e respondeu ao convite com um sonoro “não”, misteriosamente apenas um mês depois ele morreu por causa de um derrame.

– Um vigia noturno que cuidava dos cenários foi morto a tiros enquanto fazia a ronda de madrugada.

– Para que fosse possível ver a respiração dos personagens no quarto onde acontecia as cenas de possessão, o mesmo ficava sempre muito frio e tinha gente responsável só pro refrigerar o quarto, um desses responsáveis acabou falecendo de forma misteriosa.

– O ator Max Von Sydon, o padre Merrin, mal começou a gravar quando soube que seu irmão havia morrrido.

– A esposa de um assistente de câmera que estava grávida, perdeu o bebê.

– O ator que interpretava o padre Karras, Jason Miller, costumava passar perto de um seminário jesuíta durante as filmagens. Certo dia, um velhinho lhe deu uma medalha e disse “Sabe o que é isso? É um conceito do século XV. Se fizer algo para o Diabo, ele virá te pedir retribuição ou vai tentar impedir que está fazendo até que peça a ele.”. Três dias depois, ao passar novamente ao seminário, Miller viu um caixão em uma sala e reconheceu o corpo do velhinho que lhe deu a medalha.

– Inicialmente a voz de Regan quando está possuida seria a voz da própria atriz Linda Blair, porém no final das contas resolveram contratar outra atriz para fazer apenas a voz diabólica, a atriz contratada foi Mercedes McCambridge porém parece que “esqueceram” de colocar seu nome nos créditos. Ela foi à Justiça e ganhou o direito. Acontece que sobreveio uma tragédia em família: seu filho matou a esposa e duas filhas e depois se suicidou, deixando para McCambridge, apenas uma carta de despedida.

Se quiser mais sobre os acidentes que ocorreram durante as filmagens e demais mistérios que rondam o filme “O Exorcista”, assista o vídeo no canal e se curte esse tipo de conteúdo se inscreva no canal No Mundo da Mione


 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s