[Wattpad] Entrevista com Natália Dias, de “Você me perdoa?”

Resultado de imagem para wattpad

Sejam bem-vindos às entrevistas com os autores do Wattpad, uma nova sequência de matérias mensais que trarão visões sobre as pessoas que compartilham suas histórias nessa plataforma, assim como o contato delas com os leitores e com o público que estão construindo!

Temos o propósito de divulgá-las para ajudar e contribuir para o crescimento de cada um, e a primeira pessoa escolhida foi a autora Natália Dias, do romance “Você me perdoa?”

 

Quando você começou a escrever?

R: Eu comecei a escrever recentemente, no finalzinho do ano passado, para ser mais exata. Eu sempre amei ler desde muito nova mesmo. Sempre amei passar horas e horas com o rosto enfiado em um livro, mas a ideia de escrever uma história minha nunca tinha passado pela minha cabeça. Além de cartas me declarando para o namorado, eu nunca havia escrito uma linha. Comecei a escrever do nada, através de um insight que tive ao escutar uma música. Pensei em praticamente toda a história ali. Decidi me arriscar e escrevi um capítulo inteiro em menos de uma hora. E a sensação foi maravilhosa. Desde então, nunca parei.

 

Pode falar um pouco sobre suas histórias?

R: Por enquanto, ainda é apenas uma história e um conto curto. Mas o que falar sobre “Você me perdoa?”? É um romance que, inicialmente, foi pensado para ser bem dramático, mas, ainda que tenha algumas partes dramáticas, eu diria hoje que ele está mais para uma comédia romântica. A história conta sobre uma mulher chamada Isadora. Ela se mudou do Brasil bem nova e foi morar em Nova Iorque. Acontece que certos acontecimentos a fizeram voltar por um tempo para o Brasil. Aí, já sabe, né? O mocinho maravilhoso aparece em seu cavalo branco… Brincadeira. Mas ela conhece o mocinho da história, o Pedro. Ele vai ser bem importante para a Isadora em vários aspectos que não posso contar muito. Se pudesse resumir o livro em algumas palavras, diria que é um romance com algumas doses de risadas e muito drama, inclusive familiar.

 

Você me perdoa? #CPOW by undefined

 

Sobre “Você me perdoa?”: qual o impacto que está tendo sobre os fãs?

R: Fãs? Me achei a J.K Rowling agora haha. Olha, já tive vários tipos de feedbacks bem legais dos leitores sobre a história. Como disse antes, muitas pessoas se identificaram com os personagens. Já tive leitoras que falaram que eu estava descrevendo exatamente a relação que elas tinham com as próprias mães, que isso as afetava muito, até de uma forma negativa. O famoso gatilho, né? Quando comecei a escrever, nem imaginei que alguém poderia ser afetado com isso, porque, por enquanto, as cenas são bem leves, sabe? Mas eu espero que, no final da história, o livro tenha ajudado nem que seja uma pessoa a lidar com esse tipo de problema. Sobre outros aspectos, nunca pensei que fosse ser lida e comentada, e que as pessoas fossem gostar do livro. Acho que nem parei para pensar direito o impacto que ele tem para quem lê. Haha

 

E quanto aos personagens? Algum que seja o seu favorito? Há quem diga que autores sempre têm os seus…

R: Ah… Sempre tem né? Haha. Olha, eu gosto de todos os personagens, por mais defeituosos que eles sejam. Eu tento construí-los com muito carinho e deixá-los bem característicos, sabe? Do tipo que, se eu colocar uma frase, quem me acompanha saberá exatamente quem falaria aquilo. Mas confesso que a Isadora, a minha protagonista, me encanta. Afinal, me vejo muito nela. Apesar de não ter tanto drama na minha vida, e a minha relação com a minha mãe ser absolutamente incrível, me sinto conectada à Isa em vários aspectos pessoais. Ela é orgulhosa, teimosa, rancorosa e bem fechada para falar sobre as coisas que sente. Como diria uma leitora, a Isadora é tão real que chega incomoda. Muita gente se identifica com ela, apesar de odiá-la às vezes. Então comigo não seria diferente. Hahaha.

 

Como você busca inspiração?

R: Olha, eu me inspiro com música e séries. Meu humor também ajuda bastante. Escrevo cenas alegres se estou alegre, cenas de briga se estou com raiva e assim vai… Também tenho um grande material de romances lidos armazenado na minha cabeça. Já li tantos romances que a inspiração para escrever o meu veio muito fácil. Ainda bem, porque sou muito apaixonada por ele. Outra coisa que me inspira: o amor. Olha eu toda boba aqui! Amar a mesma pessoa desde os 15 anos ajuda bastante a me inspirar para escrever também.

 

Você tem projetos futuros em mente?

R: Sim! Quero escrever uma duologia do livro. Já pensei em alguns detalhes, mas ainda não me aprofundei. Tudo dependerá de como a história irá se desenvolver, mas eu estou bastante empolgada. Pretendo terminar a história da Isadora primeiro. Depois, pretendo me arriscar em outros gêneros. Quem sabe alguma parceria com os autores do Wattpad que amo?

 

Esperamos que tenha gostado dessa primeira matéria, e você poderá encontrar Natália Dias nas redes sociais listadas logo abaixo:

 

Perfil do Wattpad: https://www.wattpad.com/user/natyodias

Perfil do Facebook: https://fb.com/nataliadeoliveira.dias

Link de “Você me perdoa?”: http://bit.ly/vocemeperdoa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s