Especial Semana da Justiça – Resenha “Flash: Ponto de Ignição”

Se nos cinemas a DC ainda não conseguiu um resultado tão bom quanto da Marvel, pelo menos no que diz respeito a bilheterias, no mundo das animações não existe comparação. Então, faltando menos de uma semana para a estreia de Liga da Justiça, resolvi fazer um especial listando os melhores filmes animado da DC para você conhecer e segurar a ansiedade até a estreia do filme.

Para começar essa lista resolvi escolher “Flash – ponto de Ignição”, que diferente dos outros longas, onde o enfoque ficava quase sempre em Batman e Superman (exceção para uma animação do Lanterna Verde), nessa adaptação vemos o Flash como protagonista. Foi uma aposta ousada e extremamente certeira ter o Flash como protagonista, onde descobrimos um pouco mais do seu passado, suas motivações e aquilo que o levou a se tornar um super-herói.

Todos nós queremos – ou já quisemos – uma chance de voltar no tempo e mudar algumas coisas. Para o herói Flash, essa oportunidade é algo real. Quando garoto, Barry Allen teve sua vida despedaçada quando sua mãe foi vítima de um violento crime que resultou na prisão de seu pai. Contextualizando aos tempos atuais, no aniversário da sua já falecida mãe, Barry Allen decide cruzar a linha espaço-temporal usando sua super-velocidade para tentar e conseguir mudar aquele trágico dia. E assim surge o incrível enredo que move animação.

Após voltar no tempo, Flash modifica completamente a realidade e nos vemos em um mundo a beira da Terceira Guerra Mundial, num conflito envolvendo as Amazonas (lideradas por uma fria e orgulhosa Mulher-Maravilha) e os Atlantes (comandando por um Aquaman em busca de vingança), com os humanos também em meio ao fogo cruzado. Num mundo onde  Cyborg é o principal herói da Terra, Flash precisa consertar as coisas para evitar a iminente destruição da Terra.

Barry Allen é apresentado e desenvolvido de forma constante e agradável. Suas intenções de mudar o passado, apesar de serem boas, geram repercussões consideravelmente desastrosas e é incrível como o personagem expressa de forma nítida suas motivações, e que jamais esperava que uma simples ação fosse gerar aquilo. Além do protagonista, quem também merece destaque é o Batman, completamente diferente nesta realidade alterada, esse Batman não se importa em matar seus inimigos, inclusive usa armas de fogo para ter seu trabalho facilitado.E nessa realidade alternativa vemos a história do Batman contada de um outro jeito , mostrando novamente como uma simples ação pode mudar tudo.

Liga da Justiça: Ponto de Ignição (2013) | A formidável complexidade de uma realidade distorcida

A animação, assim como nos quadrinhos, se preocupa em mostrar diretamente personagens do universo habitual, apresentando, mesmo que sem muito desenvolvimento, suas versões distorcidas. É possível testemunhar um Superman fraco, um destemido Hal Jordan que nunca chegou a ser digno de se tornar um Lanterna Verde, um Shazam que precisa de mais de uma criança para ser despertado, além de habituais vilões sendo membros heróicos da nunca formada Liga da Justiça. Contando com traços incríveis e uma animação soberba, esta sem dúvida é uma das melhores produções animadas já produzidas pela DC/Warner. Além disso, a história consegue adaptar muito bem o que vimos nas HQs, principalmente levando em consideração se tratar de apenas um único longa. Talvez dois filmes seriam o ideal para uma história tão complexa e nos aprofundaria ainda mais no novo universo.

Mas, mesmo com o pouco tempo, não deixamos de captar nada e nem ficamos com a sensação de algo mal explicado. A sensação que temos a de querer algo mais, e isso sempre é um bom sinal. Portanto, caso você queira saber mais sobre a história, não deixe de conferir as HQs porque vale muito a pena. Aliás, vale lembrar que o filme solo do Flash em live action adaptará essa mesma saga, então é ótimo para conhecer um pouco mais.

Trailer:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s