Crítica – Mãe

Mãe

Um casal tem o relacionamento testado quando pessoas não convidadas surgem em sua residência acabando com a tranquilidade reinante.

Fui assistir o filme sem ter lido nada sobre ele, a minha intenção era ter uma analise totalmente em branco do filme, sem saber até mesmo do que se tratava para não influenciar a minha opinião, a única coisa que eu já tinha visto era o trailler do filme, que me deu uma ideia totalmente diferente do que o filme era.

Não tem muito como falar do filme “Mãe” sem contar para vocês alguns spoilers do filme, por isso aqui nessa postagem irei fazer uma analise mais técnica, caso vocês queiram informações sobre o filme antes de assisti-lo no cinema e não se importa muito com spoiler, leia nossa análise do filme, que irá sair amanhã às 15h.

O filme “Mãe” não é o que podemos considerar como um filme de entretenimento, você não vai chegar assistir o filme e pronto, acabou. Não! O filme de 2h02min é filme que eu chamo de filme conceito, onde você irá refletir para entender o conceito do filme, então antes de ir para o cinema, deixe sua mente aberta, pode parecer confuso no inicio mas depois você entenderá que ele fala de forma alegórica e pode inicialmente te causar uma sensação de estranheza, mas confie em mim. Assista o filme até o final e ali você entenderá tudo.

Como é comum nos filmes de Darren Aronofsky (quem já viu Cisne Negro sabe do que estou falando), esse filme “Mãe” é um filme inquietante, que te dá um nervoso ao mesmo tempo que você não quer parar de ver. Um pouco agoniante em determinadas cenas que fazem com que o filme não seja aconselhado para pessoas sensíveis.

Recomendo que não vá assistir o filme sozinho, pois ao final do filme a necessidade de falar sobre ele é extremamente grande, eu por exemplo mandei áudios para um grupo que faço parte e disse para todos que era spoiler do filme para não escutarem, pois com certeza a forma que ele buga a sua mente e perturba todo o seu pensamento não irá acabar com o fim o filme.

Não sou uma pessoa boa para falar sobre a atuação da JLaw, quem me conhece sabe que eu sou fã dela de carteirinha e que provavelmente não conseguiria reclamar dela como atriz, porém não tenho o que reclamar dos atores, todos pareceram entender e abraçar perfeitamente os personagens e por mais que pareça as vezes um certo descontrole das ações dos personagens, quando se entende a mensagem por trás do filme você verá que eles não poderiam ser mais perfeitos!

Eu ainda não sei informa-los o que senti ao todo ao ver o filme, se gostei dele ou não, mas acho que essa é intenção de Darren, não fazer você pensar em gostar ou não do filme e sim te fazer refletir, quanto a isso, ele mandou muito bem, pois tenho certeza que irei manter por dias esse filme na minha cabeça.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Crítica – Mãe

  1. Nossa, bastante instigante a crítica! Não sei muito o que esperar do filme, por isso não fui assistir, o trailer me passou uma ideia bem diferente. Você citou Cisne Negro… e esse filme não me causou boas sensações, na verdade foi agonizante.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s