[Resenha] A Metamorfose- Franz Kafka

 

Resultado de imagem para a metamorfose

 

Sinopse:  “A Metamorfose é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. Sem a menor cerimônia, o texto coloca o leitor diante de um caixeiro viajante – o famoso Gregor Samsa – transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana – tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal.”

Nesta obra, iremos conhecer a trajetória de Gregor Samsa. Um caixeiro-viajante que apesar de sua insatisfação pessoal com o seu trabalho, não permite que isso reflita no seu comprometimento e na sua disciplina. Ao acordar, Gregor sente dificuldades em se levantar, e até esse ponto somos como o personagem, não fazemos ideia do que está acontecendo. E eis que descobrimos a nova carcaça de Gregor, que por sua vez encontra-se metamorfoseado em um inseto monstruoso. Quando pensei no termo “inseto monstruoso” imaginei rapidamente um besouro, e essa que talvez seja a grande jogada do livro, permitir que imagine qual inseto seria na sua concepção o mais asqueroso. Em nenhum momento do livro, o autor diz qual inseto ele resolveu tratar.

“Ainda ontem à noite estava tudo bem comigo, meus pais sabem disso, ou melhor: já ontem à noite eu tive um pequeno prenúncio. Eles deviam ter notado isso em mim.”

Quando li “A Metamorfose” não poderia imaginar as inúmeras lições que o livro traria para mim. Me imaginei no lugar de Gregor e por fim de sua família. O protagonista era o pilar financeiro de sua casa e de repente acorda inválido e tendo que ficar ma condição de protegido, ao invés de protetor.

Após o susto em ver o atual estado de seu irmão, Greta Samsa procura métodos de amenizar o desconforto de Gregor.

 

Resultado de imagem para a metamorfose

 

Minhas impressões

O livro foi escrito em 1912 e certamente muito marcado pelo Modernismo. A leitura do livro é de fácil compreensão, e sinto que li no momento certo criando minhas impressões e opiniões acerca da estória. Quando Gregor se encontra inválido, angustiado, consegui somatizar esses sentimentos e trazer para a realidade. Apesar de ser considerado mundialmente um dos maiores livros de ficção, Kafka nos mostra que em um mundo capitalista, a produção é considerada tão importante que, quando uma pessoa ativa se vê em uma condição oposta, cai em aflição.

Sobre a visão de seus entes, tive uma grande decepção pessoal quando vi perfeitamente uma identificação. Um enredo contemporâneo no qual, o provedor da casa se põe doente e começa a refletir sua própria existência. As visitas se tornam cada vez mais casuais, há em um trecho do livro uma demonstração de desleixo da família para Gregor. Mostrando mais uma vez a ingratidão para quem os sempre ajudou.

Espero que tenham gostado da resenha. Até a próxima!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s