[Resenha] A Babá Gótica (Um novo ponto de vista)

E então eu li A Babá Gótica, escrito por Adriana Igrejas e publicado pela Evolução Publicações. E como li, aqui vai minha resenha.

Para começo de conversa, devo alertar a você, caro(a) leitor(a), que A Babá Gótica passa longe do tipo de livro que compraria em uma livraria se estivesse de bobeira e com algum dinheiro no bolso. Guarde essa informação, ela é importante.

A Babá Gótica começa quando Analice decide procurar uma babá para sua filha, Ana Beatriz. Após algumas recomendações, ela decide conversar com a candidata tão elogiada. A candidata era Lucinda, a protagonista do romance e que inspira o título do livro.

Por mais que fosse uma jovem muito simpática, Lucinda era gótica e, no primeiro contato, acabou assustando sua patroa. Após o primeiro contato não ser dos melhores, Lucinda desenvolve uma ótima relação com Ana Beatriz.

Mas teve gente na família que não gostou tanto assim da novidade.

Lourenço, filho de Analice e irmão de Ana Beatriz começa a suspeitar da babá, questionando seu jeito de se vestir e suas ações, e decide investigar a vida de nossa protagonista.

E é aí que que você percebe que, quando é pra ser, é. A partir desta aproximação, os dois acabam se apaixonando e, mesmo com os segredos ainda ocultos de Lucinda, Lourenço faz de tudo para descobrir mais sobre a jovem.

A partir disso, a história se desenvolve e vale a pena ler sem maiores revelações.

Adriana Igrejas consegue, mesmo com um roteiro simples, prender o leitor até as últimas páginas do romance. O livro, narrado em terceira pessoa, apresenta sempre uma visão ampla, mas que não compromete as revelações.

O preconceito com Lucinda serve de espelho para toda a sociedade contemporânea e deve ser analisado e discutido de maneira muito importante, como o é.

Comecei a leitura com um pé atrás, mas terminei com os dois na frente.

Parabéns, Adriana. O livro é incrível.

Se quiser conhecer um outro ponto de vista do livro, basta clicar aqui

Anúncios

4 pensamentos sobre “[Resenha] A Babá Gótica (Um novo ponto de vista)

  1. Oie! Legal que gostou! Acho muito engraçado quando os resenhistas admitem que tiveram reservas em relação ao livro e que o livro acabou por conquistá-los! (risos) Isso me dá mais satisfação ainda, porque não houve uma predisposição ao “gostar” e sim uma conquista página a página. Espero que os leitores de No meu mundo também gostem da resenha e se sintam mais motivados a ler este e outros livros meus… Abraços e obrigada!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s