ESPECIAL MÊS LGBTQ – Autores clássicos que eram LGBTQ e você não sabia!

 

William Shakespeare

 

Aproveitando o gancho do meu amigo resenhista/colaborador Matheus, trago 5 autores clássicos que eram LGBTQ (de acordo com especialistas) e provavelmente você não sabia.

 Virginia Woolf

 

Resultado de imagem para virginia woolf

Virginia Woolf

Escritora, editora e ensaísta britânica, conhecida como um dos maiores ícones do Modernismo.

Em 1912, casou-se com Leonard Woolf e juntos fundaram sua editora. Suas obras mais conhecidas foram “Ao Farol”, “Orlando”, ”Mrs. Dalloway”. Virginia possuía um senso crítico muito forte em relação ao Antissemitismo (preconceito ou hostilidade contra judeus), apesar de ser casada com um judeu seus personagens eram retratados como sujos e repulsivos. Em um trecho, Virginia descreve “Não gosto da voz judaica; não gosto da risada judaica”. Em 1941, após ser censurada a escrever durante a sua Segunda Guerra Mundial e a destruição de sua casa, Virgínia entra em depressão, repetindo uma fase dolorosa em que já havia passado durante a juventude. Em março de 1941, a escritora não resiste e decide acabar com sua própria vida.

De acordo com especialistas e com análises de suas obras, Virginia era lésbica. Alguns especialistas acham que com a repressão que havia na época, esse pode ter sido um dos gatilhos que levaram ao suicídio da escritora.

Caio Fernando Abreu

 

Caio Fernando Abreu

 

Jornalista, escritor brasileiro e dramaturgo. Caio Fernando possuía uma escrita bem liberal, seus textos falavam abertamente sobre sexo, morte, solidão e medo. Fazendo com que as características de sua escrita pudessem ter sido mal vistos pelo governo brasileiro, já que em 1968 foi perseguido pelo “Departamento de Ordem Política e Social” (DOPS), fazendo com que o escritor tivesse que se refugiar nos países da Europa. Caio Fernando Abreu era homossexual, mas preferia não expressar isso nos seus livros.

Oscar Wilde

Resultado de imagem para oscar wilde

Oscar Wilde

 

Oscar Fingal O’Flahertie Wills Wilde, irlandês, é considerado até hoje como um dos maiores escritores da língua inglesa. Entre suas obras, como “O Príncipe Feliz e Outras Histórias”, “De Profundis” destaca-se “O Retrato de Dorian Gray “.

Wilde casou-se na Inglaterra com Constance Lloyd, juntos tiveram dois filhos. Porém, apareceram rumores em relação a sua sexualidade. Naquela época, a homossexualidade era severamente condenada na Inglaterra, tendo em vista disso, o Marquês de Queensberry após descobrir que o escritor estaria se envolvendo com o seu filho Lord Alfred Douglas, lhe escreve uma carta ofensiva.

Em decorrência  disso, Oscar lhe processa por difamação, mas provas de sua vida pessoal começaram a aparecer. Depois desse episódio, sua carreira começou a decair, tendo suas obras retiradas de circulação.

Mario de Andrade

Resultado de imagem para mario de andrade

Mario de Andrade

 

Paulista, escritor, crítico literário, poeta, musicólogo, folclorista. Em 1928, lançou “Macunaíma” onde narra a vida de um índio, mostrando o folclore e o retrato da população brasileira. Sua sexualidade foi constatada a partir de uma carta que o autor enviou para o seu amigo Manuel Bandeira. Em um trecho da carta, se destaca sua confissão para o escritor.

“Si agora toca nesse assunto em que me porto com absoluta e elegante discrição social, tão absoluta que sou incapaz de convidar um companheiro daqui a sair sozinho comigo na rua (veja como eu tenho a minha vida mais regulada que máquina de pressão) e si saio com alguém é porque esse alguém me convida, si toco no assunto é porque se poderia tirar dele um argumento pra explicar minhas amizades platônicas, só minhas”

William Shakespeare

Por último o meu queridinho, dramaturgo e poeta inglês. Shakespeare é considerado um dos maiores escritores de todos os tempos. Produziu inúmeras tragédias conhecidas, que são sempre lembradas em filmes e em peças de teatro. Suas obras mais conhecidas são: “Romeu e Julieta”, “Rei Lear”, Sonho de uma Noite de Verão, “Hamlet” e “A Megera Domada. O que muitos não sabem é que Shakespeare foi poeta e produziu 150 sonetos.

Marcando sempre suas obras com muita intensidade, Shakespeare transmite em suas composições os sentimentos mais globalizantes do ser humano, como: amor, ciúme, traição, ambição, remorso e materialismo. Tendo sua sexualidade questionada por décadas. Sua orientação sexual, portanto, ainda está em análise.

Casado com Anne Hathaway, juntos tiveram 3 filhos. Não obstante, especialistas expõem a ideia de um relacionamento baseado em desprezo (por parte do escritor). Em adição, seus principais sonetos são direcionados a um homem, identificado como Sr. WH. Em passagens pelos sonetos, evidencia-se uma de suas frases mais ilustres “como posso te comparar a um dia de verão?”

É importante ressaltar a representatividade por meio dos clássicos, já que a maioria dos nossos escritores viviam em épocas bastante conturbadas, na qual a repressão era constante e a sexualidade muita das vezes não era exposta.

Espero que vocês tenham gostado do post e gostaria de saber, se você conhece algum escritor/poeta clássico que era/ é LGBTQ.

Convido você, para acompanhar minhas resenhas e meu site pessoal.

Embarque Literário 

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “ESPECIAL MÊS LGBTQ – Autores clássicos que eram LGBTQ e você não sabia!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s