Diário de Bordo #3 – Verona

A imagem pode conter: 1 pessoa, céu, atividades ao ar livre e close-up

Chegamos de Zurique mortos, e no dia seguinte já iriamos conhecer a cidade de Romeu e Julieta. A cidade gira um pouco entorno disso, mas não só isso. O rio Ádige da um tom diferente a mesma, em sua estiagem, no inverno, é possível perceber o quão clara é a água.

Verona é a tipica cidade copia de um filme, e mesmo com o frio europeu de 6 graus pela tarde (e eles estavam achando quente enquanto eu estava quase paralisada de frio). Basicamente eu só consegui ir a casa de julieta, que parece tão cheia quanto um formigueiro. Chega a ser assustador. Mas não acho que vale tanto a entrada, a não ser que seja por amor a museus, se não tiver isso, não perca seu tempo em olhar tudo, apenas va para a fila da sacada. A entrada custou 8 euros, então pense bem se vale a foto.

Dica: os italianos, assim como os franceses, preferem que você fale em português, não em inglês.

Verona possui muitos lugares lindos, porém pagos, e como eu ainda possuía uma vasta viagem pela frente, me limitei a ir apenas a casa de julieta, e a faixada da casa de Romeu, o motivo, a casa do romeu é particular, então não é aberta ao público.

O hotel que fiquei é maravilhoso e da para dividir um quarto com toda a família. O Casa de Piu só não possui elevador, mas são dois donos cuidando da tudo muito bem, além é claro de ter um café da manhã digno de uma realeza. Mesmo sem falar o idioma italiano, eu consegui me comunicar, pois um deles arranha o inglês. Eles dão dicas desde onde estacionar até a onde ir.

No dia seguinte visitei a igreja de Anastásia, e não consegui conter a emoção, chorava feito uma criança quando vi o altar e até mesmo o órgão que a igreja possuía. O ingresso custou 2,50 euros, se eu não me engano, porém, eles possuem um ingresso que te faz entrar nas outras igrejas. Sim, é pago a entrada.

De lá sai por uma feirinha, onde comprei muita coisa, acho que ali deixei boa parte dos meus euros, mas pelo menos teve presente para muita gente. Verona ficou marcado, e quero voltar na primavera, pois no verão é muito quente. Para que eu possa aproveitar mais a cidade e conhecer a Arena e o Teatro Romano por exemplo.

As fotos abaixo são apenas de Verona, passei apenas dois dias lá, então não deu para ver muita coisa.

A imagem pode conter: área interna

Órgão da Igreja de Sant’Anastasia

 

A imagem pode conter: bebida, xícara de café e área interna

Filtro do Snap em Verona

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A tradição da foto segurando os seios para sorte no amor

Anúncios

Um pensamento sobre “Diário de Bordo #3 – Verona

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s