VIVA MACHADO DE ASSIS!!


Hoje, Vinte do seis de dois mil e dezessete é comemorado o 178º aniversário deste poeta, escritor, contista, cronista, romancista, teatrólogo, e mil e uma utilidades, nosso querido Machado de Assis. Carioca, nascido no dia 21 de junho de 1839. Esforçado, e com pouco estudo Machado aprendeu francês com uma amiga. Devido a morte de sua mãe e sua pouca base escolar, o mesmo, vendia doces e trabalhava como engraxate nas ruas do Rio de Janeiro. Aos 15 anos Joaquim Maria Machado de Assis publicou seu primeiro soneto “À Ilma. Sra. D.P.J.A.”.

Fundador da cadeira nº. 23 da Academia Brasileira de Letras, Machado era amigo de grandes influenciadores como José de Alencar. Casado durante 35 anos com Carolina, irmão de um amigo próximo, o autor perde sua esposa, revisora de seus textos e sua cuidadora. Carolina, foi sua grande base, com uma saúde abalada, Machado sofria de epilepsia e de gagueira.

Variando entre Romantismo e Realismo, eram grande características de suas obras literárias. Machado de Assis possuiu cerca de 21 pseudônimos em toda a sua carreira.

Suas últimas palavras antes de falecer foram “A vida é boa”. O polímata brasileiro Rui Barbosa, ficou encarregado de fazer o discurso no velório de Machado.

Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar.

Minhas Considerações:

É imensurável o tamanho do valor, e seu peso literário que Machado nos presenteia com inúmeras obras importantíssimas para a literatura brasileira. Sem dúvidas posso dizer que possuo uma grande influição por suas diversas obras. E você? Assim como eu, é um grande admirador(a) de Machado de Assis? Gostaria de ver suas obras resenhadas aqui no blog? Conte para a gente.

Não esqueça de dar uma olhada:

ABL disponibiliza acesso aos manuscritos originais de dois romances e um poema de Machado de Assis

Obras renomadas de Machado de Assis

      Peças de  Teatro :

  • Desencanto, teatro, 1861
  • Tu, Só Tu, Puro Amor, teatro, 1881
  • Queda que as mulheres têm pelos Tolos, teatro, 1861
  • Quase Ministro, teatro, 1864
  • Os Deuses de Casaca, teatro, 1866

       Poesias:

  • Falenas, poesia, 1870
  • Americanas, poesia, 1875
  • Poesias Completas, 1901
  • Crisálidas, poesia, 1864

       Contos:

  • Contos Fluminenses, conto, 1870
  • Papéis Avulsos, conto, 1882
  • O Alienista, conto, 1882
  • Histórias Sem Data, conto, 1884
  • Páginas Recolhidas, conto, 1889
  • Relíquias da Casa Velha, conto, 1906
  • Várias Histórias, conto, 1896

         Romances:

  • Esaú e Jacó, romance, 1904
  • Dom Casmurro, romance, 1899
  • Quincas Borba, romance, 1891
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, romance, 1881
  • Iaiá Garcia, romance, 1878
  • Helena, romance, 1876
  • Ressurreição, romance, 1872
  • Memorial de Aires, romance, 1908
  • A Mão e a Luva, romance, 1874
Anúncios

3 pensamentos sobre “VIVA MACHADO DE ASSIS!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s