05 motivos para assistir à série Chewing Gum

A Netflix é capaz de tanta originalidade que chega a surpreender com a qualidade, inovação e a criatividade das séries originais que vem desenvolvendo. E no meio de tantas séries expcionais, eu vim falar de uma em especial, Chewing Gum.

A série que aborda as aventuras da vida de Tracey (Michaela Coel), uma jovem cristã de 24 anos que deseja perder a virgindade com o noivo, Ronald (John McMillan), um religioso fervoroso, contrário a qualquer envolvimento íntimo dos dois antes do casamento. Tracey então procura aprender umas dicas de sedução com sua amiga Candice (Danielle Walters), que é experiente em assuntos sexuais, além da sua avó, Esther (Maggie Steed), que é liberal e sem pudores para falar sobre sexo e tudo o que lhe der na telha. (GENTE, ESSA PERSONAGEM É MARAVILHOSA! ).

Assim, contrariando a educação cristã recebida de sua mãe (Shola Adewusi) e a vigilância da irmã Cynthia (Susie Wokoma), ambas evangélicas fanáticas, Tracey tenta convencer o Ronald a ceder aos seus encantos femininos, enquanto trabalha numa loja de conveniência e conhece o poeta Connor (Robert Lonsdale), que traz um novo significado à sua vida.

Já deu vontade de assistir né !? Então eu vou listar 5 motivos para acompanhar o seriado que acabou de ganhar sua segunda temporada :

1 – Atípica e diferente

Chewing Gum é uma série de comédia com ótimos temas e repleta de situações hilárias desastrosas, que nós fazem morrer de rir. A comicidade vem principalmente do fato de a protagonista ser uma jovem muito ingênua em assuntos “adultos”, e vê-la tentando se libertar de todo o condicionamento moralista do qual foi educada, para se tornar uma diva Beyoncé, é de arrancar risadas até nos dias mais tristes. À medida que Tracey vai se descobrindo, surgem inúmeras situações desconcertantes e engraçadas, e que fazem a gente se identificar. Além disso, todas as personagens secundárias são interessantes e também bem engraçadas.

2 – Polêmica e Audaciosa

Muito além das situações irreverentes que Tracey se mete, a melhor coisa da série é a variedade de temas polêmicos que ela aborda; como religião, sexualidade, questões étnico-raciais, machismo, desigualdade social, dependência química, e muitos outros temas delicados que o seriado trata, tudo isso sem deixar de ser cômica e original. Tracey é uma protagonista negra, que apesar de ter algumas características de mocinha atrapalhada e ingênua, percebe os problemas sociais que enfrenta, por ser mulher, negra e viver na periferia. Além disso, as relações na família são extremamente abordadas quando Tracey decide se afastar dos princípios religiosos de sua família para se descobrir sexualmente. E é nisso que a série explora diversos tabus, como BDSM, ménage com um “unicórnio”, facesitting, entre outros. Todos os temas recebem um tratamento bastante esclarecido, despudorado e extremamente cômico.

3 – Elenco

Michaela Coel já chama a atenção por seu desempenho expressivo. O fato é que a jovem atriz é um talento, e consegue mostrar todo o seu potencial em Chewing Gum, série baseada num monólogo que ela própria escreveu e no qual atuou em 2012. Além dela, os outros atores também dão show; Robert Lonsdale, que interpreta o poeta que se apaixona por Tracey, John McMillan, no papel do namorado de modos afetados, arrogante e machista, porém com atuação cativante. Cynthia (Susie Wokoma) sem dúvidas é uma das personagens mais engraçadas da série, pois não quer nada da vida, apenas se manter afastada das tentações do diabo, além disso temos maravilhosa Esther (Maggie Steed) que é a avó que todos queríamos ter.

4 – Nada clichê e imprevisível

Outro ponto positivo da série é que as personagens são complexas e imprevisíveis, estão sempre tomando atitudes inusitadas em momentos inesperados. Dessa forma, a expectativa com relação às decisões das personagens só aumenta, além da série ser totalmente diferente dos clichês românticos, vitimistas ou machistas.

5 – Episódios Curtos

Os episódios duram em torno de 20 minutos, e você nem percebe o tempo passando. As piadas são ótimas, com um ótimo timing, a história avança e a cada episódio podemos perceber a evolução das personagens. Além disso, ambas temporadas possuem 6 episódios super divertidos, o que a não a deixa maçante, pelo contrário, deixa aquele gostinho de quero mais.

Então gente, esses são os motivos que eu listei para assistir a essa série, mas tem inúmeras coisas divertidas que acontecem, que eu não falarei para não dar spoiller. Mas a série conta com um elenco muito talentoso e temas super atuais que nos fazem refletir, além de dar boas gargalhadas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s