[Resenha] Um amor para Lady Johanna

Uma jovem viúva. Um guerreiro escocês fascinante. Duas vidas transformadas pelo amor e por uma paixão avassaladora. Quando Lady Johanna soube que estava viúva, ela prometeu que jamais se casaria novamente. Com apenas dezesseis anos, ela já possuía uma força de vontade que impressionava a todos que enxergavam além de sua beleza avassaladora. Contudo, quando o Rei John ordenou que ela se casasse outra vez – e selecionou um noivo para ela – pareceu que a moça deveria se conformar com esse destino. Seu irmão, no entanto, sugere ao Rei um novo pretendente:o belo guerreiro escocês Gabriel MacBain. No início, Johanna estava tímida, mas, conforme Gabriel revelou com ternura os prazeres magníficos a serem compartilhados, ela começou a suspeitar que estava se apaixonando por seu novo e rude marido. Logo ficou claro para todo o clã das Terras Altas, portanto, que o ríspido e galante lorde rendera completamente seu coração. Porém, a iminência de uma intriga da realeza ameaça separar o casal e destruir o homem que ensinou a Johanna o significado do verdadeiro amor, que a transportou além de seus sonhos mais selvagens. Sobre a autora: Julie Garwood é referência em romances de época e romances contemporâneos policiais. Autora campeã de vendas, ela teve seus romances publicados em mais de 30 países.Com mais de 35 milhões de livros impressos e 26 bestsellers no The New York Times, Julie Garwood conquistou seu lugar entre os escritores de ficção preferidos do público. Nascida e criada em Kansas City, atualmente ela vive em Leawood e está desenvolvolvendo seu próximo romance. Na mídia: “Garwood dota o romance de um cenário de primeira, um elenco de apoio esplêndido e diálogos inteligentes que mais do que compensam a previsibilidade típica da beleza estonteante de Johanna e carisma agressivo de MacBain.” Publishers Weekly “Uma história incrivelmente romântica e memorável.” Rendezvous “Os fãs de romance reinvindicarão Saving Grace.” Library Journal “Julie Garwood atrai seus leitores como belas heroínas atraem heróis destemidos.” USA Today “Ela é o Rembrandt dos romances românticos” The Kansas City Star “Romance picante (que) vai prender a atenção dos leitores.” Publisher’s Weekly “Escrita marcante, humor afiado, um enredo de ritmo rápido temperado com muito perigo e suspense, e uma abundância de química sensual.” Booklist “Se um livro tem o nome de Julie Garwood nele, é garantido que seja meticulosamente escrito…e com uma história especialmente envolvente.” Sun Journal “Sem dúvida Garwood é uma profissional.” Kirkus Reviews “Julie Garwood cria uma festa altamente desfrutável para seus leitores.” Romantic Times

Aos dezesseis anos de idade Lady Johanna teve que se casar com o Barão Raulf. Para quem olhasse era o casamento perfeito, porém o que ninguém cogitava é que a jovem sofria abusos diários e que o Barão Raulf também punia os empregados que criavam afinidade com a sua nova esposa. Sofrendo em total silêncio, seu alívio veio com a notícia de que o Barão Raulf faleceu. Porém, a alegria é muito breve. OBarão Raulf era próximo do Rei John e fazia alguns serviços especiais em nome da Coroa. E Lady Johanna tem provas de um desses serviços.

Nas terras altas, MacBain está aprendendo a liderar dois clãs: o MacBain e o MacLaurin. Como líder, ele precisa encontrar o que é melhor para o seu povo, mesmo que isso signifique pequenas concessões, como alternar as cores de seus vestuários com a cor dos clãs ou alternar o homem que será seu braço direito nas funções do dia. A situação é complicada pois os dois clãs não vivem em harmonia, estão sempre desconfiando um dos outros e arranjam confusão pelas menores coisas.

O desgosto pelos ingleses é claro no clã, mas um acordo que beneficie o clã não deve ser recusado sem antes ser analisado. MacBain recebe uma proposta do irmão de Lady Johanna, Nicholas: se MacBain se casar com a sua irmã, ele receberá terras que estão sendo desejadas há muito tempo. Aceitar uma inglesa em seu clã e em sua cama não é algo que MacBain realmente gostaria, mas sua opinião muda um pouco ao colocar os olhos na beleza de Lady Johanna.

Lady Johanna também não se mostra feliz com o casório, mas tem noção que é sua oportunidade de fugir das garras do Rei John. Contudo, é assustador para ela casar com um estranho, mudar-se para outro país sozinha, aceitar o filho bastardo de MacBain e a fera que ele chama de cão. Como se não bastasse tudo isso, ela chega em meio a discussão dos clãs MacBain e MacLaurin, tendo que seguir as regras absurdas e sendo abertamente rejeitada pelos escoceses, principalmente pelas mulheres, que são claramente maldosas.

É com este clima que o casamento de MacBain e Lady Johanna vai se desenvolvendo e os dois têm que descobrir que por trás das primeiras impressões, existe muito mais que um grosseirão e uma inglesa metida.

Romances Históricos são minha grande paixão ainda mais quando envolvem guerreiros escoceses. Peguei este livro e devorei, o que foi excelente porque não conhecia a autora e tive medo de que não fosse gostar da escrita, porém adorei. Foi incrível me ambientar na Escócia de 1200 e ver o desenrolar da paixão entre Johanna e Gabriel. Uma das coisas que mais me agradam neste tipo de romance é que a mocinha costuma não só conquistar o coração do guerreiro mas também do clã inteiro e isto me emociona demais.

O livro está impecável em diagramação e edição,e olha que sou muito chata com isso, para elogiar é porque realmente está boa. E a escrita é maravilhosa, já coloquei o próximo na minha lista de leituras.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s