[RESENHA] Inferno (Robert Langdon #4) – Dan Brown.

Tiete do Dan Brown assumidíssimo, pois não interessa se é tudo a mesma coisa com uma “Langdon Girl” diferente, simplesmente amo tudo que esse homem escreve. Algo que sempre me surpreende em seus livros é sua capacidade de elevar cada vez mais o nível de influência dos acontecimentos.

Uma surpresa maravilhosa, e inesperada, é que, ao contrário dos demais livros da série em que Langdon normalmente é intimado por alguma figura para resolver enigmas, em ‘Inferno’ Dan Brown decidiu se reinventar e estabelece uma virada para sua receitinha de bolo, mesmo que não tenha saído muito dela. Sendo assim, Langdon acorda num hospital sem memórias e as história parte daí com sua necessidade de descobrir quem é responsável por estar sendo perseguido e porque está sendo atormentado pelo mesmo sonho repetidamente. Ao mesmo tempo em que almejava o conforto de retornar para uma escrita já conhecida, essa foi uma mudança não só muito bem vinda, mas também necessária para que a série possa seguir em frente sem cair numa mesmice insossa.

Em certos momentos senti que a trama estava crescendo demais para uma série de livros em que nenhum deles se afeta diretamente, apenas com pequenas dicas uns nos outros. O problema estava tomando uma escala tão grande que temi que se criasse um buraco que interferiria no sentido da série continuar, mas com uma revelação atrás da outra, muitas que eu não esperava de jeito nenhum (às vezes penso que sou formado em Dan Brown, mas continuo tomando uns tiros sinistros), a história toma a maior proporção de catástrofe de toda a série, porém ainda se mantém fechadinha e, mais importante, convincente.

Nada menos do eu esperava, ‘Inferno’ vem para relembrar o quanto eu amo esse autor depois da caidinha que foi ‘O Símbolo Perdido’, livro anterior da série, considerado por muita gente como o melhor, mas que não funcionou tão bem para mim, porém ainda que maravilhoso, não é algo páreo ao meu favorito de todos eles, ‘O Código Da Vinci’ (não queira puxar esse livro em uma conversa comigo ou eu fico até o próximo milênio falando).

O mais maravilhoso de tudo é que, na época do lançamento da adaptação cinematográfica de ‘Inferno’, para aproveitar a hype, claro, Dan Brown divulgou que esse ano teremos mais um livro da série. ‘Origin’ (Origem, em tradução livre, ainda sem posicionamento da Arqueiro, editora que possui os direitos de lançamentos dos demais livros do autor) tem lançamento marcado para o fim do ano e, como estou orando imensamente para que seja verdade, deve abordar a origem da humanidade. Ou talvez do universo? Quem sabe? Esse homem escreve uns troço doido que no fim faz total sentido. Só sei que já estou desesperado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s