[Resenha] Relíquia: Caminhos de um Templo Egípcio (vol. 1)

Resultado de imagem para reliquia caminhos de um templo perdido

Poderia mesmo existir submerso em pleno Deserto Egípcio, um templo gigantesco, repleto de mistérios e segredos, de riquezas e armadilhas mortais… o recanto de uma joia diabólica, capaz de aterrorizar a mente humana e revelar até a origem de nossa existência?
Bem… essa é a pergunta que fazem Nicholas e a sua filha Jennifer, quando embarcam para o Egito, prestes a viverem a maior aventura de todos os tempos.
Inspirado nos grandes sucessos do cinema (Indiana Jones e Tomb Raider) e na aclamada série de tevê (Relic Hunter), RELíQUIA – “Caminhos de um Templo Egípcio” – traz para a Literatura Brasileira o verdadeiro espírito Hollywoodiano, em 2 volumes recheados de ação e aventura… fantasia e ficção científica… muito humor, suspense e terror… romance e erotismo.
Um enredo sensacional, baseado na teoria dos Antigos Astronautas, misturando religião, egiptologia e ufologia com extrema inteligência, nos fazendo refletir sobre a grandeza do Universo e sobre a possibilidade de Deus não ser como imaginávamos. Sem dúvida… diversão e entretenimento até para os leitores mais exigentes!

A base dos acontecimentos principais é a busca pela pedra Aldheron, que possui poderes e habilidades considerados diabólicos. Aldheron é um objeto que está sendo procurado não somente por Nicholas, mas também por Andreia, faz uma pesquisa juntamente com ele. Contudo, não se sabe se Aldheron realmente existe ou se não se trata somente de um mito, de uma lenda, de algo inventado para atrair atenção.

No ano de 2000, no Brasil, Nicholas, ao encontrar algo importante em sua busca, decide viajar ao lado de sua filha Jenifer para o Egito. Durante a viagem, que apresenta uma narração que faz o leitor se sentir verdadeiramente dentro do ambiente em que se passa a história e a mitologia abordada, os eventos importantes começam a acontecer. Jenifer é incrédula com a história das pesquisas, pois se passaram dez anos sem nada ter sido encontrado, mas foi com o pai.

O mistério vai sendo inserido aos poucos, trazendo pistas e detalhes que fazem a coisa ficar mais instigante, mais gostosa e te incentivando mais a continuar. Isso é um ponto interessante a se abordar, já que há bastante aventura. Outro ponto relevante é o destaque dado ao Brasil dentro da trama, já que, em diversos momentos, há setores e locais que fazem referência à nação e ao idioma que é falado dentro dela. Por se tratar de um livro brasileiro e que cria essa relação entre o país e os demais abordados. Há uma representação.

Um problema a ser apontado é a capa e a diagramação, que podem fazer o leitor se desinteressar pelo livro. A relação e a identidade mostrada nas páginas não combinam com o que “chefia” e representa a imagem da história. O leitor acaba tendo uma visão errada do que é a obra e pode não apreciá-la.

Para um primeiro livro de uma série, Relíquia – Caminhos de um Templo Egípcio é satisfatório, de modo que nos faça pensar na possibilidade de ler o próximo, desde que o nível de qualidade seja igual ou superior.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s