[Análise] Lágrimas, adeus e para sempre Naruto – feito de fã para fã!

Yo Minna!

Tudo que é bom acaba!Hoje com certeza está sendo um dia bem difícil para muitos fãs de Naruto em muitas partes do mundo. Isso porque um pouco mais de dois anos após ao termino do mangá, Naruto Shippudden chegou hoje (23 de março) finalmente ao final com o lançamento do episódio 500. Como grande fã e sobrevivendo a segunda despedida desde que o mangá encerrou, resolvi fazer uma humilde homenagem e criar essa matéria para fazer um balanço do que foi Naruto nesses 15 anos de transmissão pela televisão

Criado por Masashi Kishimito e publicado pela primeira vez pela Weekly Shounen Jump em 1999, Naruto conta a história de um garoto órfã que se tornou o hospedeiro da raposa de nove caldas e por isso era evitado e temido pelas pessoas dentro da vila ninja da Folha (Konoha) a qual ele pertencia, o que fez com que ele buscasse o sonho de tornar-se Hokage ( o líder da Vila da Folha) e ser reconhecido por todos. Embora a premissa  central sugira uma história de superação e conquista por parte do protagonista que dá nome ao mangá, o que acompanhamos é um pouco diferente disso. Naruto não é apenas a história de um único personagem, mas sim a história de todo um sistema ninja (shinobi)  caótico e de um mosaico de personagens falhos e imperfeitos, que num mundo movido pelo ódio lutam por seus sonhos e objetivos. Muito mais do que um mangá que fala sobre superação, Naruto é uma história de amizade, sacrifícios, laços e crescimento. Assim como Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco, Naruto é responsável por marcar todo uma geração de pessoas que durante os 15 anos de publicação do mangá, cresceram e amadurecem junto com os personagens que compõe essa maravilhosa obra.

Em 3 de outubro de 2002 o mangá ganhou finalmente uma adaptação para o formato animado, realizado pelo Studio Pierrot e transmitido no Japão pela TV Tokyo. Com um total de 220 episódios, os primeiros 136 episodio foram adaptados a partir dos 27 volumes do mangá, enquanto os demais (85) contam histórias originais que usam elementos do enredo, os chamados fillers. Conhecida pelos fãs como “Naruto Clássica” (embora o título original seja o mesmo do mangá), essa primeira parte se concentra no cotidiano da Vila da Folha, nas missões, treinamentos e desafios enfrentados pelos membros do Time 7, composto por Uzumaki Naruto, Uchiha Sasuke, Hatake Kakashi e Haruno Sakura. Seu encerramento deu-se em 7 de fevereiro de 2007 e no dia 15 do mesmo mês iniciou-se Naruto Shippudden,série que deu prosseguimento a história do mangá a partir do volume 28.

Apesar dessa mudança nos nomes feitos pela série de televisão, sempre acho muito importante salientar que pelo ponto de vista do mangá, uma mídia completamente diferente, Naruto continuou como Naruto, mesmo com a passagem de dois anos e meio que ocorre entre o volume 27 e o 28, onde inicia-se pelo anime a Shippuuden, igualmente produzida pelo Studio Pierrot e transmitida originalmente pela TV Tokyo.

Naruto Clássico

De Sadness and sorrow, Haruka KanataSeishun Kyōsōkyoku. De Zabuza e Haku. De momentos marcantes como Gaara e Lee. De um Naruto travesso e kawai. Abrange o que considero como a parte mais leve e divertida do enredo de Masashi Kishimoto, afinal Naruto ainda era uma criança,  apesar de seus incontáveis momentos tristes e intensos devido a história de vida de personagens marcantes como Gaara, Lee e Neji, além do próprio Naruto. É aquela fase em que olhamos pra ela e só sentimos vontade de chorar pois a saudade aperta forte no peito e a gente quer voltar para aquele tempo e sabemos que já não é possível, então o que resta é apenas a saudade que se relaciona ao nosso próprio sentimento de descoberta, nosso primeiro contato e euforia com a obra de Masashi Kishimoto pois tudo era tipo: UAUUU!

Com a divisão feita pelo anime, muita gente tende a dissociar uma fase da outra, escolhendo essa ou aquela como favorita. Embora eu considere um comportamento até aceitável, acredito que uma etapa não sobreviva sem a outra. Elas se completam. Completam uma obra que no original continuou como uma coisa só. Ambas nos fazem entender que Naruto é uma história de superação e crescimento, nos colocam nessa trilho para que no final de tudo, a gente acolha e compreenda histórias de vida como a do Naruto e do Gaara.

Clique aqui para assistir todas as endings!

Naruto Shippuuden

Amada e odiada, Naruto Shippuuden dá seguimento a fase de maior desenvolvimento do mangá de Kishimoto. Aqui conhecemos um Naruto um pouco mais maduro e em pleno desenvolvimento de seus poderes e ainda lutando por seu grande objetivo, tornar-se Hokage e também lutando para cumprir sua promessa a Haruno Sakura, a de trazer Uchiha Sasuke de volta para vila da folha. Nessa etapa o enredo assume ares mais sinistros e perigosos, o que se percebe pelas próprias soundtracks que embalam todas as cenas. A ação deixa cada vez mais os muros de Konoha e se abre para todo o universo de Naruto, ainda que muito dele não tenha sido totalmente explorado.

Nessa etapa, o mangá embarca muitos momentos surpreendentes, de verdadeiras reviravoltas em todo o enredo. No entanto, quase toda a Shippuden foi consumida por fillers, algo que se constituiu como uma grande problema para o anime, embora muitos tenham sido proveitosos. O fato é que algo que acontecia hoje no mangá, podia chegar no anime até anos depois, o que pelo caminho apagou a chama de muita gente. A Grande Guerra por exemplo, certamente não foi algo totalmente empolgante, mas teve seus grandes momentos. No entanto o mangá acabou em 2014. Só vimos o final da guerra no final do ano passado. Dois anos depois.

Claro que tudo isso tem um motivo. Naruto sempre foi serializado semanalmente, tanto o anime, quanto o mangá e muitas das vezes o anime chegava bem próximo de onde o mangá estava, contudo nem sempre isso foi verdade. Sobretudo depois que o mangá encerrou. Então claramente foi um recurso para estender a animação da obra, tendo em vista que seu grande sucesso comercial fez dela uma mina de ouro e as pessoas precisam trabalhar.

Outro grande problema da Shippuuden foram os flashbacks abusivos. Alguns até dão pra entender, tendo em vista que às vezes o anime ficava meses afastado da história original devido os fillers, no entanto, em muitos momentos, eles foram totalmente desnecessários, chegando a estragar histórias que deveriam de fato emocionar como a de Uchiha Obito.

Outro motivo de grande queixa por parte de muitos “foi o gráfico quase sempre ruim”. Eu particularmente não me incomodava muito, na verdade eu não entendo muito, mas até eu, uma leiga, às vezes conseguia ver que algo não ia bem. Mas você entende o problema quando fica sabendo que no Japão essa industria de animes vem passando por uma grave crise. Basicamente: as pessoas trabalham demais e a maioria dos estúdios pagam pouco. Quem é realmente ligado nesse universo, percebe que temos tido sutis mudanças. Pra começar, você precisa vender para ser produzido e animes como Boku no Hero Academia, caminham na corda bamba e nos oferece temporadas como 12 episódios, apesar da boa qualidade da animação. No entanto, vivemos em uma época em que precisamos saber se anime tal terá uma continuação, então eu realmente sou grata por animes semanais como Naruto. Até porque, eu cresci vendo Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball, não posso ser muito exigente com gráficos, o que importa mesmo é o enredo que está sendo trabalhado.

Claro que nem tudo foi ruim!Alguns fillers ajudaram a preencher algumas das lacunas deixadas ou não tão exploradas pelo enredo principal, sobretudo na reta final. Fora que na minha opinião, a primeira parte não bate a Shippuuden nem em desenvolvimento e muito menos em emoção. Foram muitas lágrimas derramadas embaladas por trilhas sonoras maravilhosas, em despedidas, mortes ou em momentos surpreendentes. Mas tudo isso só foi possível graças a Masashi Kishimoto, a quem sou infinitamente grata. Como choramos, sofremos, xingamos, torcemos e vibrando lendo e assistindo a sua obra. Quantas lições ficaram!Naruto é aquela história que fica na gente, porque é daquelas coisas raras que às vezes subestimamos, mas que mexe diretamente com nossa alma e coração. Uma história que nos ensina a nunca desistir de nossos sonhos e objetivos, não importa quais sejam os obstáculos que temos que enfrentar!

Com certeza vai deixar muitas saudades. Naruto é aquele tipo de personagem que é muito mais do que um personagem, ele é um amigo, quase um irmão que cresceu junto com a gente! Infelizmente chegou o momento em que temos que nos despedir de vez, mas tenho certeza que a história do Naruto viverá durante muitos anos, atravessando gerações, no coraçãozinho de muitas pessoas. Eu sou uma delas. Carregarei para sempre esses personagens!E ainda teremos a oportunidade de ver mais um pouquinho deles em Boruto: Naruto Next Generation, que estreia no Japão no dia 05 de abril, ainda que não seja a mesma coisa e a gente espera mesmo que não seja!

Como fiz na parte em que falei do Naruto Clássico, deixo aqui as openings da Shippuuden, um verdadeiro resumão de tudo o que aconteceu e de tudo o que vivemos, porque nada mais faz apertar aquela saudade do que as openings e as endings dos animes, principalmente as de Naruto que possui trabalhos maravilhosos nesse sentido.

Nunca imaginei um mundo em que Naruto acabaria três dias depois do meu aniversário, mas aconteceu (lágrimas), vai ser duro acordar todas as quintas e saber que não terá um novo episódio esperando por mim. Foram dez anos acompanhando. Só sinto lágrimas e dor. Hoje eu sou a dor hehe.  Mas essa foi a nossa homenagem a essa grande história que se encerra, espero que tenham curtidottebayo,

Ja nee!

Clique aqui para assistir todas as endings!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s