[RESENHA] S.E.G.R.E.D.O.

 

whatsapp-image-2017-01-30-at-21-24-58-1
A vida de Cassie Robichaud é triste e solitária…
Cassie, uma viúva de 35 anos que vive sem nenhum luxo em um quarto alugado, trabalha como garçonete em Nova Orleans e tem um vida amorosa nula, deixa para trás as incertezas que a marcaram durante seu casamento com um marido alcoólatra e egoísta para descobrir seu potencial como mulher.
Cassie é chamada a participar de uma sociedade secreta essencialmente feminina, que tem por objetivo “ajudar mulheres a entrar em contato com seu lado sexual”. E, assim fazendo, elas tornam a ter contato com a parte mais poderosa de si mesmas. Um passo de cada vez, e 10 Passos no total.
Dentro de S.E.G.R.E.D.O., as integrantes são convidadas a redescobrir sua feminilidade e sensualidade a partir das fantasias que elas mesmas escolhem (mesmo sem saber ao certo como ou quando elas se realizarão). Os homens, neste contexto, apenas ajudam a organização a relizar os desejos mais íntimos das participantes em cada um de seus 10 Passos. Ao longo dessas etapas, elas ganham a confiança para buscar novos amores: o seu amor próprio e o de uma nova paixão.
Para identificá-la como membro da organização, Cassie ganha um bracelete no qual vai adicionando talismãs, que recebe a cada etapa completada. Os 10 Passos começam pela Rendição e testam sua Coragem, Fé, Generosidade, Destemor, Confiança, Curiosidade, Bravura, Exuberância e, por fim, dão a Cassie uma Escolha: a chance de continuar como parte de S.E.G.R.E.D.O. ou optar por uma vida fora da sociedade. E você, aceitaria o convite?

Esse ano resolvi que precisava expandir meus gêneros literários. Pedi a uma amiga uns livros emprestados e ela acabou enfiando mil outros na rede dizendo que queria minha opinião sobre eles, o que significa que agora tenho livros para ler até pelo menos Abril do ano que vem, e esse livro veio junto. Apesar de já ter lido muitos livros com cenas de sexo bem explícitas, nunca havia lido um livro propriamente erótico, com o sexo como o foco da história, e no meio de tantos que não me interessavam por aparentar um machismo enorme só pela sinopse, S.E.G.R.E.D.O foi a escolha certa para começar.

Quando uma cliente esquece um diário com relatos maliciosos no bar onde a garçonete Cassie Robichaud trabalha, sua vida solitária e enclausuradamente rotineira começa a mudar completamente. Viúva há cinco anos de um homem que nunca realmente se importou com suas vontades e quase a espancou até a morte, hoje em dia abstida de sexo, Cassie desconhece a própria libido. Ao conhecer a diretora de uma organização chamada S.E.G.R.E.D.O., formada por mulheres em busca de explorar suas sexualidades ao máximo, ela recebe a proposta de realizar suas mais secretas fantasias sexuais, tão escondidas estas que nem a própria sabia que existiam. Assim ela passará por um processo de nove fantasias, das mais variadas e todas com homens completamente desconhecidos; de um mensageiro sexy ao bilionário com que faz sexo em público até um cantor famoso. Guiada por um grupo de mulheres empoderadas, Cassie aprenderá que a única coisa que se nos impede de tomarmos total controle de nossos próprios prazeres somos nós mesmos.

As fases do sexo de Cassie vão evoluindo gradualmente ao longo do livro, subindo níveis acompanhando o passar de suas fantasias. Em cada uma delas Cassie experimenta diferentes tipos de interações sexuais até que enfim esteja pronta para o sexo completo, com penetração. Como se as preliminares durassem meses. E isso não se torna uma coisa forçada, que sirva apenas para preencher mais páginas, a autora apresenta um porque bem interessante, o que torna a leitura ainda mais legal.

A melhor coisa do livro é justamente toda essa vibe de empoderamento feminino. Ao contrário de muitos livros eróticos por aí onde é feito da mulher uma mera boneca de completa submissão para satisfazer os pudores do homem, na história de Cassie, a entrega vem da parte da mulher em se submeter a um homem que busque prazer para ambos envolvidos. A cada fantasia encenada com os homens maravilhosos que passam por sua vida, a escolha é sempre dela de prosseguir quando revelado o teor do que o parceiro fará com ela e o que isso faz para a autoestima de Cassie é surpreendente. Em pouco mais de 200 páginas a personagem evolui de uma boneca de pano puída e esquecida a uma mulher que sabe o que quer e não tem medo de buscar por isso.

O único incomodo, que me fez retirar uma estrelinha da nota final, é a relação de Cassie com Will, seu chefe e dono do café onde ela trabalha. Ainda quando Cassie se sentia totalmente esquecível, ele a chamou para sair e ela recusou, mesmo sendo apaixonadinha por ele. Quando ela começa a se realizar sexualmente e dar uma guinada na autoestima, vestindo-se melhor e aparecendo para trabalho toda feliz, ele começa a se intrometer na vida dela como se tivesse algum direito pra isso.

Foi com certeza uma surpresa maravilhosa o quanto eu gostei desse livro, considerando que eu tinha um medo enorme desse gênero, e super pretendo continuar lendo; claro que com uma boa pesquisa, pois não aguentaria essas história forçação de barra e super abusivas que pipocam pra todo lado. E estou enlouquecido por um erótico M/M!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s