[RESENHA] Antes do agora

As primeiras experiências marcam. Elas são únicas. Não precisam ser perfeitas.
ANTES. O primeiro beijo. O primeiro porre. A primeira transa. Júlia e Gustavo vivenciaram muitas de suas primeiras experiências juntos. Amigos desde crianças, compartilharam medos e anseios, alegrias e desilusões… E também algumas marcas que tentaram disfarçar até o agora.
AGORA. Quase três anos após o último contato, eles se reencontram na faculdade. Tentando lidar com o presente, mas sem conseguir se desvencilhar por completo do passado, Júlia e Gustavo serão capazes de viver uma nova primeira vez?

Conheço e adoro a Gleice já faz quase dois anos, sempre nos encontrando em eventos literários por aí, e desde então venho lendo tudo que ela lança por motivos de amor infinito. Tinha expectativas bem altas para Antes do Agora e posso dizer com certeza que é sua melhor obra até então.

Em decorrência de traumas do passado relacionados à sua relação com Gustavo, Júlia agora sofre de problemas psicológicos e enfrenta um longo processo de acompanhamento médico para lidar com a ansiedade e seu medo de se abrir novamente para alguém. Onde houvera uma amizade de longa data recheada pelas mais diversas primeiras vezes, como: o primeiro beijo e afins; hoje em dia existe um grande ressentimento que burla todas as alegrias que tais momentos um dia causaram.

Três anos depois do ponto crítico que os separou, Gustavo reaparece na vida de Júlia com o pretexto de participar do projeto de rádio que ela planeja com um amigo. Alternando entre o passado e o quase presente até chegar ao agora, Júlia precisa lidar com a presença marcante de Gustavo em sua vida ao mesmo tempo em que flashes do passado a assombram, impedindo-a de seguir em frente.

O modo como a relação de Júlia e Gustavo se estabelece tão rapidamente é muito gostoso. Logo de cara percebemos que os personagens se conhecem e se entendem antes mesmo da primeira linha e esse entrosamento é uma das melhores partes da história. A narrativa emprega uma carga emocional sutil, porém poderosa, dando pistas dos acontecimentos entre eles em pequenas doses e quando uma reviravolta inesperada revela a verdade que os separou por tanto tempo é como se houvesse uma história dentro de outra. De modo sucinto e objetivo, com toques poéticos, Gleice mostra que mesmo em pouquíssimas páginas é possível enganar o leitor mesmo quando ele se sente na mais completa razão.

Indo na direção oposta à de Picta Mundi, seu primeiro livro e infanto-juvenil, em Antes do Agora Gleice toma posse de uma escrita um pouco mais séria, visando alcançar uma grande mescla de sentimentos por entre as palavras. Apesar de ser um conto bem curtinho, na faixa das 100 páginas em uma edição pocket super lindinho, a estrelinhas marcam presença de forma arrebatadora, carregando a história além das margens, como se ela terminasse em reticências e não em ponto final.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s