Resenha – Circo dos Condenados – +18

null

Os fãs da caçadora de vampiros e ressuscitadora de mortos Anita Blake podem comemorar: a baixinha destemida está de volta em ‘Circo dos condenados’, de Laurell K. Hamilton. No terceiro livro da série, além de continuar se esquivando das investidas de Jean-Claude, o mestre vampiro da cidade de St. Louis, ela terá que lidar com Alejandro, um vampiro poderoso que deseja transformá-la em sua serva humana. Paralelamente, a protagonista conhece Richard Zeeman, um charmoso professor do ensino médio que tem uma ligação com o sobrenatural e a deixa intrigada. Quando a polícia começa a encontrar corpos de pessoas assassinadas por um grupo de vampiros, Anita Blake é chamada para ajudar o detetive Dolph Storr nas investigações. O problema é que, para a funcionária da Animators, Inc., outubro é o mês de levantar zumbis, e ela precisa escolher entre seu trabalho na empresa de Bert Vaughn e a colaboração com a Equipe Regional de Investigação do Sobrenatural. Irritado por não contar com a dedicação exclusiva de Anita em um período com tantos clientes, Bert decide contratar mais um reanimador: Lawrence Kirkland, um jovem de 20 anos. Com sua inexperiência, Lawrence deixa Anita preocupada. Mas o rapaz está longe de ser o único problema da ressuscitadora de mortos. Integrantes de um grupo chamado Humanos Primeiro, que abomina os vampiros, farão o que puderem para pressioná-la a contar onde fica o esconderijo diurno de Jean-Claude. O Mestre da Cidade, por sua vez, também quer falar com Anita e pede que ela vá encontrá-lo no Circo dos Condenados, espécie de parque de diversões com um toque de terror. Mesmo pensando que pode estar caminhando para uma armadilha, a baixinha não recusa o convite. No Circo, a morte ronda Anita. Depois de ser forçada a enfrentar a vampira Yasmeen e a serva humana dela, Marguerite, a reanimadora de mortos acaba envolvida em uma batalha que junta vampiros, lobisomens e licantropos contra uma cobra gigante.

Para quem já conversou comigo mais a fundo sobre livros, sabe que sou completamente apaixonada pela Anita Blake, e agradeço a uma colega do nono ano por ter me apresentado “Prazeres Malditos”, que é o primeiro livro da saga. Eu gosto muito mais da reanimadora de zumbis do que de muito livro modinha por ai, então um apelo a rocco é que a mesma faça a tradução dos que faltam, minha estante está querendo muito os próximos.

Mas preciso expor minha insatisfação com Circo dos Condenados. Anita Blake sempre foi o tipo de livro que me prendia, até chegar ao terceiro livro da série. Eu a achei monótona, sem sal.Senti falta da ação que encontrei no primeiro e no segundo livro. Pode talvez ter sido pela minha expectativa que a frustração pareça ser maior. Como os livros não precisam ser lidos em ordem, eu falarei apenas de “Circo dos Condenados” sem dar spoilers dos outros.

Circo dos Condenados traz uma Anita mais humanizada, e talvez por isso minha frustração. De cara percebo que o Circo dos Condenados não era o que eu achava que era, parte boa até ai, mas o mistério que está por trás das pessoas sendo mortas novamente por vampiros, por mais que esse livro seja de 1995, pareceu tão clichê para os dias atuais, que deixou o livro sem graça para mim. É claro que o fato dela ser uma reanimadora de zumbis, dava um diferencial dos livros atuais, mas ainda sim, achei uma narração arrastada.

Por ser fã dos diálogos, e esse ter tido muito mais narração, senti que não houve ação, e quando há, senti falta do diálogo. Então por parecer estar sempre dentro da cabeça, que não é nem um pouco confusa (sinta ironia aqui), da Anita, senti falta dos palavrões ditos em voz alta e das respostas. Em nenhum momento as cenas me enojaram ou enjoaram, apesar de ter algumas cenas que já aviso que é bom ter noção que aquilo é algo apenas imaginado. Lembrando sempre que esse livro eu recomendo ser para maiores de 18 anos, sinto que o Circo dos Condenados acabou sendo algo mais infanto-juvenil do que eu estaria acostumada. Espero mesmo que o próximo traga mais ação, mas o fim do livro deu uma forte esperança, não posso negar isso.

Nota: 7,0 – Ainda é Anita!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Resenha – Circo dos Condenados – +18

  1. Livros de vampiro ou te pegam ou vc corre dele rsrsrsrs. Sua resenha mesmo estando excelente não consigo me ver lendo essa série. Que mesmo sendo muito famosa e muito bem avaliada no mundo literário, não me pegou.
    Sentindo falta de vampiros com mais pegada intelectual rsrsrsrs.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s