[Crítica] Lembranças de um Amor Eterno

Resultado de imagem para lembranças de um amor eterno critica

A estudante universitária Amy (Olga Kurylenko) leva uma vida de excessos. Trabalhando como dublê, ela faz acrobacias cheias de suspense e perigo, durante cenas de ação. A jovem passa seu tempo livre trocando mensagens com seu namorado, o professor de astrofísica Edward (Jeremy Irons), pelo computador. Após ele negar se encontrar com Amy, ela irá escobrir um triste segredo de seu amado.

A história gira em torno de Amy (Olga Kurylenko), uma estudante de astrofísica e dublê de cenas de ação que se apaixona por seu professor, Edward (Jeremy Irons) e mantém um relacionamento com ele durante 6 anos. Mesmo vivendo em lugares diferentes os dois conseguem fazer esse relacionamento dar certo se correspondendo por meio de e-mails, cartas, mensagens e chamadas de vídeos. Mas tudo muda quando no meio de uma aula, Amy descobre que seu amado havia morrido, porém mesmo depois de descobrir a morte de Edward, ela continua recebendo mensagens de seu amado.

No início fiquei um tanto quanto confusa tentando entender se ele tinha realmente morrido ou não mas depois as coisas foram ficando mais claras. Porém isso não significa que o filme ficou melhor, pelo contrário, o enredo começou a ficar mais triste, as cenas melancólicas demais, e a história repetitiva parecendo uma versão mais cult de Ps: Eu te Amo. A diferença é que em Lembranças de um Amor Eterno você não irá dar mais que 3 risadas, são tantas cenas tristes que nem sobra tempo para um momento de reflexão, por exemplo

As atuações de Olga e Jeremy não foram bem aproveitadas por mais que sejam excelentes atores , tudo que o roteiro proporciona a atriz são lágrimas e mais lágrimas e Jeremy tem a missão de tentar ser charmoso e sensual o tempo todo. Os dois não conseguem evoluir, o que acaba dando uma sensação de que estamos vendo a mesma cena o tempo inteiro.

O filme Lembranças de um Amor Eterno não é nem de longe o melhor filme do diretor Guiseppe Tornatore, que ganhou fama por filmes como A Lenda do Pianista do Mar e O Melhor lance. E por mais que todos já sabíamos que esse seria um projeto mais modesto do diretor, acho que sempre esperamos algo a mais dele. Como cada um possui um gosto especial para filmes, talvez esse filme agrade o público fã de romances mais melodramáticos e pesados. Mas para mim fica apenas a decepção e a esperança de quem voltemos a ver esse grande diretor acertando de novo.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s