[Resenha] A Missão agora é amar

O primeiro livro da autora Cristina Melo é sem dúvidas um dos melhores romances que já li!

O livro conta a história de Lívia, uma estudante de Educação Física que mora no Rio de Janeiro. Lívia é filha de policial e vê a sua vida virar de cabeça para baixo após o seu pai ser assassinado na porta de casa em uma tentativa de assalto. A morte de seu pai causou um grande sofrimento em sua mãe e por isso Lívia acaba criando um trauma e tomando para si uma decisão para sua vida: Nunca se envolver com um policial.

Após a morte do pai, Lívia se envolve com Otávio, o advogado que foi responsável por fazer o inventario de seu pai, e os dois acabam noivando, Otávio parecia ser o sonho de qualquer mulher. Advogado de sucesso, lindo, educado e rico. Otávio é o homem que toda mulher pediu a Deus, porém as aparências enganam.

Após uma briga, Lívia resolve fazer uma surpresa para Otávio, indo ao seu escritório no final do expediente e ao chegar ela encontra Otávio transando com outra mulher. Em choque, ela sai correndo e vai embora, deixando Otávio desesperado. Devido à essa traição Lívia acaba percebendo que não ama e nunca amou.

Lívia então começa a sair mais com sua melhor amiga, Bia com quem tem o sonho de abrir uma academia. Um dia as duas decidem ir a uma festa com um amigo em uma comunidade e tudo ia bem, quando resolvem ir embora, durante a descida de carro, eles são em uma operação do BOPE, onde são abordados pelo Capitão Gustavo Torres e seus homens que confudiram o carro que Livia estava com o de um traficante que estão à procura.

Durante a confusão, Lívia acaba batendo de frente com Gustavo por conta da abordagem do mesmo em relação a ela e aos amigos. Após resolverem o mal entendido, Lívia vai embora, porém não consegue tirar aquele homem da cabeça. O mesmo acontece com o Capitão, que fica intrigado com aquela mulher e resolve ir atrás, procurando saber tudo sobre ela.

Gustavo não consegue tirar Lívia da cabeça, indo atrás da mesma. Os dois começam uma relação difícil: Lívia não quer de forma alguma se envolver com um policial, principalmente alguém com o gênio difícil de Gustavo que mostra-se sempre muito protetor com ela. Porém Gustavo faz de tudo para conquista-la e penetrar o seu muro. Resta a Lívia decidir de vai se entregar a esse amor e deixar de lado todos os seus medos e traumas por conta da morte do pai, ou impedir que Gustavo entre em sua vida e possa seguir em frente.

A história da Cristina retrata exatamente o que vemos todos os dias ao ligar a TV. Famílias perdendo seus entes queridos em tiroteios e violência no Rio de Janeiro. Durante o livro, você acaba sentindo na pele com é esse sentimento, de vê a pessoa ir trabalhar e não saber se ela vai ou não voltar pra casa. Uma das partes mais interessantes do livro, é que a Lívia é muito gente como a gente, uma pessoa comum com sonhos e desejos. Uma estudante que mora no Cachambi, trabalha na Barra da Tijuca, estuda na UERJ no Maracanã e dá aula no Méier. Ou seja, acorda todos os dias de manhã cedo, pega trânsito, corre pra tentar se formar, mas também sonha com o amor. A Lívia mostra-se uma garota como qualquer outra, que inclusive assiste The Walking Dead.

Vale muito à pena se envolver nessa história de amor, superação e com partes extremamente engraçadas, no qual você sofre e ri com os personagens e começa também a entender melhor a vida dessas pessoas que vão todos os dias arriscar suas vidas para proteger os cidadãos da nossa cidade, podendo não voltar para casa como vemos acontecer tantas vezes durante o dia.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s