[Resenha] Jovens de Elite – Trilogia Jovens de Elite

Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.

Jovens de Elite é o primeiro livro da nova trilogia da autora Marie Lu, conhecida pela distopia Legend. O que eu posso dizer sobre esse livro? Na boa, simplesmente animal! Eu fiquei tão empolgada com a história que li o livro super-rápido e quando acabou queria mais.

Como toda boa escritora de distopia nada acaba 100% bem, os personagens sofrem bastante e de um modo geral sempre acabam com alguma mazela ou sofrendo grandes perdas. A história não é uma distopia, mas segue bem essa premissa.

Marie mostrou ser uma autora diversificada e que não se prende a um único gênero. Criou uma historia rica, muito bem explorada e com personagens carismáticos e extremamente emocionais. Ela soube dosar muito bem esse universo de conspirações/inquisição e jogos de poder com o sobrenatural e sem contar com a parte social da trama. São personagens que fisicamente fogem do padrão e a forma como a sociedade lida com essa deformidade é muito bem pontuada, pois o preconceito é tão grande que eles são tratados como escoria.

Essa nova história se passa em Kenettra na era medieval, após uma grande praga que devastou grande parte da população. A febre do Sangue, como ficou conhecida, se espalhou rapidamente e aqueles que sobreviveram a ela ficaram com muitas sequelas. Não só na aparecia física como: mudança na cor de cabelo, cicatrizes pelo corpo, mas alguns deles adquiriam poderes especiais.  Esses jovens foram denominados como os malfettos, aberrações consideradas mau agouro, os que adquiriram habilidades fantásticas (controlam o fogo, o ar, os animais, mexem com a realidade criando ilusões…) foram denominados Jovens de Elite.

Nossa protagonista é Adelina Amouteru, filha mais velha de uma família de comerciantes que foi muito afetada pela praga. Sua mãe veio a falecer, mas ela e sua irmã sobreviveram. Adelina perdeu um dos olhos e tem uma terrível cicatriz no local, porem sua irmã mesmo tento sido afetada pela doença não teve nenhuma sequela física. Sua vida foi muito difícil, pois seu pai era um homem autoritário e muito ganancioso e via nas suas filhas uma oportunidade de adquirir bons dotes, mas Adelina depois da doença deixou de ser uma opção e a partir daí começaram os maus tratos. É como se ela tivesse perdido o seu valor.

Temos diversos pontos de vista no livro, o que nos proporciona uma visão mais ampla da historia e conhecemos melhor as motivações de cada personagem. O livro tem uma pegada mais gótica, pois lidamos uma protagonista fora do comum, que ao mesmo tempo em que é forte e determinada é muito sombria e revoltada, pois ela sofreu demais e tem um psicológico muito afetado pela raiva, rancor e esse sentimento de se sentir menor por ser diferente. É importante frisar que ela não é uma mocinha de bom coração, ela é uma jovem buscando vingança contra todos aqueles que a mal trataram.

Em uma tentativa de fuga, ela acaba matando sem querer o seu próprio pai e descobrindo assim ser uma Jovem de Elite. Porem ela acaba sendo presa pela Inquisição e condenada a morte. No dia execução foi salva pelo líder da Sociedade dos punhais, o jovem Enzo, príncipe de Kenettra e Jovem de Elite. Ele é o líder nato, objetivo e muito idealista. Perdeu seu status devido à praga, mas passou a lutar por mudanças.

Para se juntar a Sociedade dos punhais a Adaga, Adelina precisou se provar digna não só de confiança, mas que seria capaz dominar seu próprio poder. O que não seria uma tarefa fácil. Cada um dos Punhais tem um codinome e um poder específico.

Em meio a toda essa escuridão e sofrimento, há uma pitada de romance e você fica encantada, pois é muito sutil.

O líder da inquisição, o Teren, é um amo e odeio danado, é aquele que eu quero gostar, mas que faz umas coisas que você quer matar, mas que no fim das contas você sabe que é um personagem que ainda tem muito pra crescer na historia. De origem humilde, é apaixonado por sua Rainha e por isso leva muito a serio o seu trabalho de eliminar os malfettos.

Com uma trama envolvente e muito bem escrita, Marie Lu, finalizou o livro de uma forma imprevisível e repleta de reviravoltas. Vale muito a pena a leitura.

Trilogia Jovens de Elite:

  • Jovens de Elite
  • The Rose Society (tradução livre: A Sociedade da Rosa)
  • The Midnight Star (tradução livre: A Estrela de Meia noite)
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s