[Resenha] Exorcismo – A história real que inspirou o clássico O Exorcista

A história real que inspirou o clássico O Exorcista.
“Livrai-nos de todo o mal, amém.”

Um fenômeno quase paranormal atingiu o mundo em 1973. Multidões sofreram de náuseas, desmaios, alucinações e calafrios, numa histeria coletiva sem precedentes. Todos aparentemente possuídos por um filme: o já clássico O Exorcista, dirigido por William Friedkin e adaptado do romance que o roteirista Willian Peter Blatty lançara dois anos antes e que completa 45 anos em 2016.

Se a ficção consegue ser tão assustadora, imagine o poder contido na história real? Muitos não sabem, mas a obra-prima de W. Peter Blatty não se trata de uma invenção. Ela foi inspirada num fenômeno ainda mais sombrio, desses que a ciência não consegue explicar: um exorcismo de verdade.

A história real aconteceu em 1949, e você pode conhecê-la — se tiver coragem! — no livro EXORCISMO, do jornalista Thomas B. Allen, lançamento da DarkSide Books em 2016. Exorcismo narra em detalhes os fatos que aconteceram com Robert Mannheim, um jovem norte-americano de 14 anos que gostava de brincar com sua tábua ouija, presente que ganhou de uma tia que achava ser possível se comunicar com os mortos.

Thomas B. Allen contou com uma santa contribuição para a pesquisa do seu trabalho. Ele teve acesso ao diário de um padre jesuíta que auxiliou o exorcista Bowdern. Como resultado, seu livro é considerado o mais completo relato de um exorcismo pela Igreja Católica desde a Idade Média. Os investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren definiram a obra de Thomas B. Allen como “um documento fascinante e imparcial sobre a lluta diária entre o bem e o mal”.

Recebi esse livro da Livraira Cultura e fiquei mega ansiosa para ler, ao mesmo tempo que fiquei mega temerosa, já li muitos livros de terror e uma das minhas diversões é ler e escutar creepypasta, mas quando se é uma lenda, podemos diminuir nosso medo ao lembrar que não é real, e assim conseguimos dormir.

Mas e quando a historia é real… O que fazemos? Simplesmente agradecemos à todas as forças do universo por aquilo não ter acontecido conosco e foi isso que eu fiz.

O livro, escrito pelo jornalista Thomas B. Allen, é um relato cronológico de um caso de exorcismo real ocorrido em 1949, um caso real que inspirou o livro e o filme “O Exorcista”, sim o famoso filme protagonizado por Linda Blair, a diferença entre esse livro e o livro lançado em 1973 é que “O Exorcista” é um romance baseado no caso, esse conta a história real, onde a criança exorcizada era na verdade um garoto e não uma garota.

Robert Mannheim, nome ficticio para preservar a identidade do garoto, tinha apenas 14 anos quando depois de brincar com a tábua de Ouija que ganhou de sua tia Harriet (nome também ficticio), começou a ser o centro de alguns fenomenos paranormais que ocorriam em sua casa.

O livro então narra com detalhes toda a trajetória da família Mannhein com seu filho, todos os detalhes são contados com fidelidade aos relatos que o jornalista teve, a única coisa que é alterada são os nomes das pessoas envolvidas, você então consegue acompanhar todo o desespero e angustia da família que via seu único filho sofrendo nas mãos de forças sobrenaturais e não podem ajuda-lo.

É extremamente angustiante se colocar no lugar de Robert ou de seus pais, não tem como não sofrer junto com a história.

O livro repleto de detalhes te faz entrar na situação, o autor demonstra um grande conhecimento no assunto ao colocar diversas notas ao logo do livro para nos auxiliar nas informações sobre religiões ou outros personagens que vão surgindo, durante os atos de exorcimo que são feitos em latim, o autor faz questão de traduzir para que possamos entender.

O livro também conta a historia do livro/filme “O Exorcista” e o porque foi mudado o sexo da criança, assim como o porque ele não é totalmente baseado no exorcismo de 1949.

O livro ainda conta o que aconteceu depois com os personagens e os lugares envolvidos na historia.

No final também temos acesso ao diário que foi feito pelo padre Bishop, com relato detalhado do que acontecia, tendo sido apagada/alterado apenas nomes e endereços das pessoas envolvidas.

Vale muito a pena ler, porém apenas se você tiver um coração forte e for muito corajoso, confesso que a leitura é um pouco carregada o que me fez demorar um pouco para ler o livro, porém isso é devido a aura dele, não sei. As vezes eu queria simplesmente pegar o livro e ler sem parar, mas ao mesmo tempo algo dentro de mim me fazia mudar de ideia, por isso não espere um livro relaxante e que você lerá escutando passarinhos cantando.

A DarkSide também está de parabéns em relação ao cuidado com o livro, capa dura e com uma tábua de Ouija dentro, tendo um marcador de página como a peça do Ouija para os mais corajosos se aventurarem.

EXORCISMO é um livro exclusivo da DarkSide Books, que vem em capa dura e o padrão de qualidade quase psicopata da editora. Ele ainda vem com uma surpresa para os leitores mais audaciosos: uma reprodução da tábua Ouija que pode ser jogada usando o marcador de página.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s