[Resenha]Invocação do Mal 2

Sete anos após os eventos de Invocação do Mal (2013), Lorraine (Vera Farmiga) e Ed Warren (Patrick Wilson) desembarcam na Inglaterra para ajudar uma família atormentada por uma manifestação poltergeist na filha. A trama é baseada no caso Enfield Poltergeist, registrado no final da década de 1970.

Confesso que estava com um pé atrás tendo em vista que os últimos filmes ditos como assustadores foram uma grande decepção. Um deles foi A Bruxa onde a coisa mais assustadora relacionada ao filme é saber que você perdeu uma hora e meia de sua vida assistindo aquilo e esperando que algo interessante fosse acontecer quando isso era nada mais que balela de críticos hipsters, que não entendem o verdadeiro sentido de um filme de terror, que é assustar e nos deixar pensativos durante dias.

Invocação do Mal 1 nos apresentou exatamente isso, nos apresentou a recontagem de um dos casos mais famosos de Ed e Lorraine Warren, O Caso da Fazenda Harrisville e de quebra ainda nos presentou com um novo ícone do terror, Anabelle, que em seu filme solo se tornaria outra decepção por seguir uma linhagem diferente do filme que lhe deu origem.

Voltando para Invocação do Mal 2, o filme conta a história do mais famoso caso paranormal da Europa, O Caso Enfield, que era dito como o Amytiville Inglês e que por sinal serviu de inspiração para a série de filmes Poltergeist. Ele se inicia sete anos depois dos acontecimentos do primeiro filme e como eles gostam de nos presentear somos apresentados também a fatos de Horror em Amytville, um dos maiores casos paranormais já documentados no mundo, onde Ed e Lorraine tiveram participação posterior à saída da família da casa.

Se no primeiro filme tínhamos um Ed, perspicaz e uma Loraine fragilizada, devido a um exorcismo que não tinha dado certo e que ocasional nela uma visão da qual mostrava-lhe o pior de seus medos. Agora temo um Ed, ainda mais forte e uma Loraine muito mais assustada pois ela diz o que era essa visão e percebe que cada dia em que mais adentram esse mundo assustador ela se aproxima de que isso venha a se tornar realidade.

A grande diferença deste filme para o primeiro é que apesar dos Warren serem os protagonistas a família assombrada tem um destaque ainda maior do que a primeira e durante boa parte do filme ficamos entre dois núcleos, porém o filme começa de verdade quando o casal paranormal decide enfim ir para Enfield e ajudar aquela família.

Vera Farmiga com certeza é o grande destaque neste filme, se você já viu algum documentário sobre Loraine perceberá que a atriz consegue encarnar perfeitamente sua personagem. Os efeitos são bons, mas o que há de melhor no filme é a trilha sonora, que nos deixa sempre apreensivos nas partes certas.

Invocação do Mal 2 consegue não só fazer jus ao primeiro filme como também nos deixar ávidos por uma continuação com alguma outra história tenebrosa dos Warrren. Não espere tantos sustos quanto o primeiro, mas sim uma história ainda mais densa que vai te deixar apreensivo por saber a verdade, que só é revelada em seus minutos finais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s