[Cobertura]Maratona de Eventos

Maratona de Eventos, conhecendo autora muito especial e acidentes.

Por: Karina Burini

Nesse sábado, dia 07 de Maio, o dia foi marcado por eventos literários no Rio de Janeiro, mesmo tendo trabalhado pela manhã eu tive tempo de ir em três eventos, mas não foi tão fácil chegar até eles, pois a tarde de evento começou com um acidente de ônibus e terminou com quase um acidente de ônibus. Então vamos lá.

Como os meus dois primeiros eventos do dia seriam na Barra (o de fãs da Jojo Moyes na FNAC do BarraShopping e o sobre Robert Galbraith, pseudo de J. K. Rowling, na Livraria da Saraiva do Nwe York City Center) e eu estava saindo de Niterói, peguei na Rodoviária Novo Rio o 301, já saindo da Rodoviária senti um cheiro de borracha queimada toda vez que o ônibus parava, como isso é até comum nessa linha e eu não entendo nada de carros, eu simplesmente ignorei o cheiro e relaxei, dormindo um pouco.

Saindo do Alto da Boa Vista, já chegando na Barra, eu descobri o que era o cheiro de borracha queimada, era o freio do ônibus falhando e bem, ali na rua tinha alguns carros e um desses Caminhão Betoneira parado (sem o pisca alerta ligado ou qualquer sinalização) bem na frente do ônibus e bem… O resultado foi esse abaixo:

Mas acreditem, poderia ser pior e por alguma intervenção divina, ninguém se machucou, nenhum arranhão… Olha que o ônibus estava lotado tendo inclusive gente em pé antes da roleta, o cheiro de queimado aumentou, eu assustada pensei que o ônibus ia pegar fogo, mas deu tudo certo, fiquei um tempo tentando entender o que tinha acontecido e tentando entender que eu não tinha me machucado.

Mas bem, passado isso eu tinha dois eventos para ir, então esperei o próximo ônibus que estava lotado e fui até o BarraShopping e então começou a maratona, pois a informação que eu tinha recebido é de que o evento da Jojo Moyes começaria às 14h e o de Robert Galbraith às 15h, como cheguei no shopping já era mais de 16h corri para o do Robert Galbraith torcendo para que esse ainda tivesse ocorrendo.

Sim!!!! O evento ainda estava acontecendo, na verdade ele começou um pouco mais tarde e apesar de eu ter pego quase o final do evento, foi bem legal para ter um novo ponto de vista da autora que eu mudou minha adolescência, foi interessante também ver tantas criticas positivas da série “The Cormoran Strike”, pois quando ela lançou Morte Súbita eu recebi diversas críticas negativas, que me desanimaram de ler, porém depois de ontem, acho que darei uma chance para Robert Galbraith.

Durante o evento até surgiu a hipótese de ela ser considerada a Rainha do Crime da nova geração, calma fãs da Agatha Christie, ninguém quer tirar a coroa dela, não iniciem uma guerra. No final do evento teve um sorteio e eu sai de lá com uma bolsa, um bloco e um livro de primeiro capitulo do livro Vocação para o Mal.

Saí de lá meio perdida sobre o que iria fazer, havia marcado com uma amiga, a Maisa de fazermos essa maratona de eventos juntas, mas não consegui falar com isso, resolvi correr para a FNAC no BarraShopping, quem sabe eu teria a sorte de conseguir pegar um pouco do evento da Jojo Moyes?

Sim!!!! Eu consegui pegar o final do evento da Jojo, mas foi alguma coisa, pois conheci um pouco mais dos livros da Jojo que ainda não li e apenas fiquei com ainda mais vontade de ler. O público estava bem participativo do evento e no final rolou um mega quiz para quem era fã mesmo, afinal o quiz era com citações dos livros e quem acertasse de qual livro pertencia aquela citação, ganharia um conjuntinho de dois livros para levar para casa.

O quiz rolou através de um sorteio de número que todos receberam na entrada do evento, o meu número foi 2540, o penúltimo número a ser entregue, mas não fui sorteada (momento vou chorar até a morte), todos os cinco que foram sorteados ganharam o kit com o livro, mesmo não acertando a citação (que foi o caso de uma das sorteadas, mas sem problemas, afinal aquela seria uma boa oportunidade para ela virar fã.).

Porém ninguém pode reclamar de ter saído de lá de mãos vazias, aos fãs de marcadores, tinha bastante marcado lá que poderiam pegar e tatuagens relacionadas ao livro “Como eu era Antes de Você”.

No evento da Jojo eu encontrei Maisa que me chamou para irmos na sessão de autógrafo da FML Pepper que seria na Livraria Leitura do Shopping América que fica no Recreio, apesar de ter a Pepper no facebook, nunca tinha conversado com ela’e nem tido a oportunidade de ler seus livros e como o shopping ficava muito longe, eu não tinha tanta certeza se eu deveria ir e bem, agradeço imensamente a Maisa por ter me convencido a ir.

Sim!!!! Eu fui e foi a melhor decisão que eu fiz naquele dia, gente sério a Pepper ela é demais, eu quero ser BFF dela, foi uma verdadeira jornada para chegar ao Shopping América, principalmente porque eu e a Maisa, não fazíamos ideia de onde ficava o Shopping, o que tinha por perto, só sabíamos que o BRT passava perto, mas não sabíamos qual pegar e nem onde descer, para completar parecia que ninguém na estação sabia onde ficava o tal shopping, eu comecei a achar que ele ficava em Nárnia.

Indicaram então qual BRT devíamos pegar, indicaram o errado, sorte que eu pedi para a Maisa confirmar com o pessoal de dentro da estação que nos disseram qual pegar e onde descer.

Com isso, Maisa e eu nos atrasamos muito e chegamos no final da sessão conseguimos ter uma conversa exclusiva com a Pepper e nossa, se os livros dela transmitirem metade da personalidade dela, eu já sei quem será a próxima autora à entrar na minha lista de favoritas.

Não comecei a ler o livro dela ainda, pois já estou no meio de um, mas já o coloquei na frente, furando a lista de livros para ler, pois a sinopse me deixou fascinada, veja abaixo:

Nina Scott não suportava mais a vida nômade e solitária que sua mãe, Stela, a obrigava a ter. Mudar de cidade ou de país a cada piscar de olhos, conviver com tantas perguntas que a consumiam, assombrada por mistérios de um passado guardado a sete chaves. Agora, aos 16 anos, a garota das estranhas pupilas verticais exigia respostas.

E, para sua péssima sorte, elas já estavam a caminho!

Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes… Enfim, curtir a adolescência.

Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina!

Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos. O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor? O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos? Estariam eles interligados?

Seria a Morte sua companheira para toda a vida? É chegada a hora da verdade.

Nem tudo é o que parece ser. Perigo. A vida depende da Morte. Sedução. Não há onde se esconder. Medo. Olhos de um fascinante azul-turquesa espreitam. Paixão. Uma nova dimensão será aberta. Suspense. Cenários deslumbrantes e passagens infernais. Ação.

É de tirar o fôlego.

Viva este quebra-cabeça…enquanto você pode.

Foda demais não? E tivemos uma conversa super legal sobre construção e evolução de personagens, gente, sério vocês não tem noção de como aqueles poucos minutos com ela me conquistaram.

Para completar, enquanto eu estava ali conversando com a Pepper a Tammy Luciano apareceu e quando eu olhei para ela la falou “Eu vi um vídeo seu”, gente de boa eu surtei, de verdade, por fora eu estava tipo, parecendo uma pessoa normal, por dentro eu estava soltando fogos de artifícios e tendo alguns desmaios e a conversa foi mais ou menos assim:

Tammy: Eu vi um vídeo seu… Mione não é?
Eu em pensamento: Ai meu Deus, ai meu Deus, ela viu um vídeo meu e sabe meu nome, ai meu Deus…
Eu por fora: Ai meu Deus… Qual foi?
Tammy: Um que falava sobre o mercado editorial, um monte de gente me mandou o link, gostei bastante.
Eu em pensamento: Ai meu Deus, a Tammy viu meu vídeo e gostou, vamos preciso pensar em algo inteligente para dizer
Eu por fora: Ah, nossa, obrigada… Que bom que gostou.
Eu em pensamento: Obrigada? Que bom que gostou? Sua idiota retardada, você falou pra caramba naquele vídeo, falou coisas que ela gostou, demonstra que você não apenas disse um texto pré-existente.
Eu por fora: Uall que honra você ter visto o vídeo
Eu em pensamento: Okay… eu desisto de você… Não tem jeito

E foi essa a conversa idiota que eu tive com uma autora que eu admiro desde de 2013 quando adquiri seu livro “Claro que te amo”, sério, foi patético, alguém me dá um tiro, minha sorte que novamente a Maisa estava por lá para dizer coisas inteligentes, levantar a minha bola e eu não parecer tão idiota.

Bem, depois do bate-papo e dos autógrafos nos despedimos da Pepper, pois já era mais de 19h, eu só tinha tomado café da manhã às 5h40min e sabe como é, eu sou gorda e estava quase comendo as pessoas pela frente.

Como tudo no Brasil termina em pizza, aquele dia também terminou em pizza, na verdade pizzas, um rodízio de pizza e depois fui para Copacabana, mas se lembram do que eu disse no começo? A tarde de eventos começou com um acidente e termina com quase um? Bem, quando o ônibus estava na Avenida Niemeyer (é aquela onde ficava a Ciclovia Tim Maia que caiu) uma mulher que não tinha passado a roleta, começa a fazer um escândalo para que o motorista a deixasse descer, a mulher havia pego o ônibus na Alvorada e queria descer sem pagar passagem, como o motorista não deixou ela começou a bater no motorista com a bolsa.

Para quem conhece a Avenida Niemeyer, sabe que ela é extremamente perigosa, pois é cheia de curvas e é bem estreita, tendo um fluxo grande de automóveis, toda vez que pego um ônibus que passa ali eu já fico tensa, tendo uma mulher batendo no motorista então… Eu já comecei a confessar meus pecado, todo o ônibus gritou com a mulher se levantando e veio um cara que de uma forma sobrenatural pulou a roleta e agarrou a mulher em um mata-leão e a segurou assim até chegarmos na delegacia. Sim, o ônibus foi para delegacia para o motorista prestar queixa por agressão, mas antes disso ele parou e colocou os passageiros que tinham hora em outro ônibus, eu fui com os demais passageiros deixando meu número com o motorista para caso precisarem de testemunha.

Então às 23h eu finalmente cheguei em casa, tendo um dia complicado porém realizador, mesmo com os sustos, eu faria tudo de novo se fosse necessário, pois ter conhecido a Pepper e ter falado com a Tammy Luciano, valeu a pena.

Advertisements

2 pensamentos sobre “[Cobertura]Maratona de Eventos

  1. Bem e algo que não falei: Você tem um astral maravilhoso! Impossível não querer papear. Só saí porque estavam me esperando para um café! Adorei saber do seu carinho pelo Claro Que Te Amo! Obrigadaaa! Beijoca. Tammy

    • Ualll, obrigada 😀

      Ah, sem problemas, sério só de saber que você tinha gostado de um dos vídeos meus já me fez ganhar o dia!!! 😀
      Quem sabe um dia consigo te levar como autora convidada para um dos eventos que fazemos na Travessa? E aí dá para conversarmos!!! 😀

      Nossa, eu amei o “Claro que te amo!”. Amei tudo nele, desde a sinopse, eu tinha visto o seu bate-papo na Bienal de 2013, pela Novo Conceito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s