[Resenha] A Sombra da Serpente – por Thamires Lacerda

A Sombra da Serpente – Sadie e Carter são importantes descendentes da Casa da Vida, uma sociedade secreta de magia estabelecida no Egito ainda no tempo dos faraós. Os irmãos sabem que sua herança ancestral lhes reserva um importante papel: seus poderes são fundamentais para a restauração do Maat, a ordem do universo. Mas, uma vez instalado, o Caos é imprevisível, incalculável e incontrolável, e agora que Apófis está livre os Kane têm somente três dias para evitar que a serpente destrua o planeta. Como se isso não bastasse, a sorte deles parece só piorar.
Os magos estão divididos. Alguns deuses egípcios estão enfraquecendo e, um a um, começam a desaparecer. Walt, um dos mais talentosos combatentes da Casa do Brooklyn, foi amaldiçoado, e sua energia vital está se esvaindo. Zia agora é responsável por Rá, o deus sol, que está completamente senil e não será de grande ajuda. Sadie e Carter, ao lado de alguns jovens magos e uns poucos aprendizes, são os únicos dispostos a enfrentar a serpente e salvar o mundo.

A sombra da Serpente é o último livro da trilogia  “As crônicas dos Kanes”. Pouco tempo se passou desde o final do último livro da trilogia pública por Rick Riordan e agora Sadie e Carter correm contra o tempo em busca de uma solução para derrotar Apófis. A situação é grave, pois o Caos vem se alastrando e espíritos estão desaparecendo no Duat e alguns domos da Casa da Vida continuam reagindo com violência a ascensão de Amós Kane ao cargo de sacerdote leitor chefe.

Apófis, a serpente, é uma ameaça constante que planeja estilhaçar a ordem e instaurar o Caos e são os irmãos Kane que precisam mais do que nunca unir forças para impedi-lá . Mas, por se tratar de um livro de Rick Riordan, é óbvio que não é apenas na história e aventura que o livro se prende. Além de toda a luta contra o mal, Sadie e Carter têm de lidar com algo tão problemático o quanto: o amor na adolescência.

A narrativa segue o curso do livro anterior, com os capítulos sendo narrados de forma intercalada entre a visão de Sadie e Carter sobre os rumos dos acontecimentos da história. Alguns velhos conhecidos dos leitores reapareceram neste livro e novos personagens surgiram para tornar a história ainda mais dinâmica e eletrizante. Kane. Sadie e Carter aprenderam muitas coisas desde que travaram a batalha contra Set na Pirâmide Vermelha, mas o mais importante foi perceber a evolução deles na história e a surpreendente revelação sobre a verdadeira missão de Zia e também sobre os mistérios envolvendo a maldição de Walt, que parecia consumir a energia vital dele cada vez mais.

O livro alcançou minhas expectativas e foi um final a altura da trilogia!Com muito humor, aventura, emoções, perigos e mitologia egípcia. Este foi um livro que li em mais pouco tempo em toda a minha vida, simplesmente não conseguia parar de ler, apesar da tristeza de saber que o fim se aproximava!

Rick Riordan desenvolveu brilhantemente o ápice da série e proporcionou aos leitores momentos de pura emoção e muita adrenalina a cada página. Recomendo a todos os leitores que gostam de História e mitologia, combinadas juntas numa boa obra de ficção!

Livros da Série “As Crônicas dos Kane” :

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s