[Resenha]Mapa para as Estrelas – Matéria do Leitor

Agatha Weiss (Mia Wasikowska) acabou de chegar a Los Angeles e logo conhece Jerome Fontana (Robert Pattinson), um jovem motorista de limusine que sonha se tornar ator. Eles começam a sair juntos e flertar um com o outro, por mais que Agatha mantenha segredo sobre seu passado. Não demora muito para que ela comece a trabalhar para Havana Segrand (Julianne Moore), uma atriz decadente que está desesperada para conseguir o papel principal da refilmagem de um sucesso estrelado por sua mãe, décadas atrás. Paralelamente, o garoto Benjie Weiss (Evan Bird) enfrenta problemas ao lidar com seu novo colega de elenco, já que é a estrela principal de uma série de TV de relativo sucesso. Entretanto, como esteve internado recentemente, está sob a atenção especial de sua mãe (Olivia Williams) e dos produtores da série, que temem um escândalo.

Hollywood sempre chama atenção, sendo como cenário de um filme ou de uma de reportagem, isso graças a fascinação que a maioria das pessoas desenvolvem pelo local por pensar que as pessoas que vivem lá possuem uma vida perfeita e clamorosa diferente da vida das “pessoas normais”. Quando um filme transforma o habitar de “pessoas perfeitas” em um drama mostrado que qualquer pessoa em qualquer lugar tem problemas e que os famosos fazem de tudo para os esconder da mídia, o filme chama mais atenção ainda.

O filme fala sobre Agatha Weiss (Mia Wasikowska) uma menina que acaba de chegar em Los Angeles e conhece um motorista de limusine, aspirante a ator e escritor, chamado Jerome Fontana (Robert Pattinson) no qual começa a flertar e logo depois ela conhece Havana Segrand (Julianne Moore), uma atriz que está desesperada para fazer um nova versão do filme no qual sua mãe fez antes de morrer em um incêndio. As duas se dão bem e Agatha logo começa a trabalhar para a mesma. O que Havana e Jerome não imaginam é que Agatha possui um segredo um tanto estranho e mal visto por muita gente e que essa pode não ser a sua primeira vez em Los Angeles como ela diz. O filme também mostra paralelamente a vida do jovem ator Benjie Weiss (Evan Bird) que está enfrentando problemas por se sentir apagado em seu novo filme por um colega de trabalho mais novo e ainda por cima enfrenta a dificuldade de todo mundo o ver com maus olhos por ter enfrentado problemas com drogas recentemente e estar sobre atenção especial dada por sua mãe (Olivia Williams) e seus produtores que possuem medo de um escândalo.

O filme possui um enredo muito bem construído e sem furos, mas exageradamente dramático o que faz com que quem não é fã do gênero possa não gosta e que é fã amar. Os atores se saíram muito bem em dar vida a seus personagens principalmente Mia Wasikowska, que está arrasando no papel de Agatha mostrando que cresceu muito como atriz desde seu papel em Alice. O filme sem dúvida vale muito a pena, principalmente para quem é fã do gênero.

Matéria de Ana Luiza Areias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s