[Resenha] 360 Dias de Sucesso

Fama definitivamente não era o objetivo de Pedro, Theo, Pá, Gualter e Mari quando começaram a tocar juntos. Para eles, música não combinava com a palavra negócio; combinava com diversão. Mas o destino, sempre imprevisível, não concordava com isso e fez o sucesso invadir a vida dos cinco como uma avalanche.

Com a fama vieram fãs, dinheiro, capas de revista, convites para as melhores festas e shows – e também deslumbre, ganância, brigas e egos inflados. A explosão foi intensa, mas breve.

Em 360 dias de sucesso, Thalita Rebouças retrata as dores e delícias da fama e, com o humor e a ironia de sempre, fala de sonhos, amizade, romance, amor não correspondido, traição e escolhas. E, claro, música.

Mais uma vez Thalita consegue surpreender os fãs, de todas as idades, com o seu 18º livro que vai fazer você devorar página por página, capitulo por capitulo! E o mais surpreendente é que ela envolve algo que é o amor único do ser humano: A música! Ela mostra tanto o lado nacional, quanto o internacional, através de personagens muito bem desenvolvidos, mostrando suas relações com a paixão única entre eles.

Vemos a vida de jovens na faixa dos 15 para 16 anos se juntando para formar uma “banda de garagem americana”, só que no Brasil (Dã!). Nenum deles aposta no sucesso; nenhum deles sonhavam em um dia chegar a compor uma música e do nada ela estar em todas as rádios, virar tema de novela, e começarem a serem chamados para entrevistas para jornais e revistas. Tudo acontece como um “BOOM!” e isso se reflete totalmente na vida de cada um dos integrantes. Alguns começam a ficarem extasiados e alegres com as novas conquistas em grupo, outros começam a ficar esnobes e acham que todo o crédito é de sua pessoa (A maçã podre do grupo!).

É um livro que mostra os altos e baixos de jovens, e mostra como a fama complica isso cada vez mais. Thalita consegue acertar muito bem na temática e no desenrolar, pena que cada vez que finalizamos um capítulo ela já deixa “quase estampado” o que vai acontecer. Sim, aquilo pode te puxar para ler o desenrolar do enredo, mas você já lê sabendo o que pode acontecer, e quando chega na hora do clímax: “Eu já sabia disso…”. Como é uma história que se passa no Rio de Janeiro, temos representações “cariocas” no livro dentro do comportamento dos personagens, mas o problema é que elas não são muito bem colocadas, e tem coisas que você vê que não são nem um pouco do povo do RJ . Esses são os chatos, mas os personagens, a história e o jeito que ela transmite isso são, simplesmente, ótimos! Em comparação a outro livro que li dela (“Ela Disse, Ele Disse”) esse é muito melhor para alguém que esta começando no mundo da literatura e quer algo bem agitado, é uma história de muito mais fácil compreensão.

Avaliação: 3.5/5.0

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s