[Resenha] O Clã dos Magos – Trilogia Mago Negro

Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.

Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.

Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Estava esses dias procurando uma nova leitura dentro da minha própria estante e resolvi começar a trilogia do Mago Negro da Trudi Canavan. O primeiro volume chama-se o Clã dos Magos. Devo dizer que é uma leitura interessante, mas até o momento não convenceu muito. Não sei se é porque é o primeiro livro e a autora esta explicando demais como é o clã e todas as classes sociais e a vida em si dos personagens. A história esta meio água com açúcar sinto falta de algo diferente, mas tem tudo para evoluir para algo melhor, o final foi muito bom.

A premissa é basicamente essa: Sonea é uma garota que cresceu na área das favelas, mas conseguiu sair e ir para um local melhor, só que certo dia ela e seus tios foram expulsos de onde moravam tendo que enfim voltar para as favelas exatamente no dia da purificação. Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se a mando do Rei para purificar as ruas cidade dos mendigos, criminosos e vagabundos, enfim a escoria da sociedade. É uma situação bem conturbada os favelados odeiam os magos e nessas expulsões é muito comum que algumas pessoas morram pisoteadas.

Enquanto voltava para favelas, Sonea reencontrou alguns velhos amigos Harrim e Cery – são rapazes envolvidos em pequenos delitos – eles têm uma gangue que todo ano se reúnem para apedrejar os magos no dia da purificação. É mais uma forma de protesto mostrando mais o descontentamento do que qualquer coisa, pois as pedras batem no escudo protetor criado pelos magos e viram pó.

Sonea movida pela raiva da situação e por ter voltado para as favelas jogou uma pedra e colocou bastante intenção nela para que atingisse a cabeça do mago. E não é que deu certo? A pedra atravessou o escudo e atingiu o rosto de um deles. A partir daí tudo mudou na vida na vida dela e se transformou em uma brincadeira de gato e rato. Ela fugindo do clã que estava a sua procura usufruindo de esconderijos subterrâneos das favelas. Devo dizer que essa primeira parte foi muito extensa praticamente 300 páginas, um pouco cansativa. A segunda parte já ficou mais interessante, pois começamos a conhecer mais a fundo o clã, vemos as motivações de cada personagem.

Ela passou a dominar melhor seus poderes, mas há muitas questões não resolvidas, como: será que ela quer esse poder? E ficar no clã? Voltar às favelas significa ter seus poderes bloqueados para sempre, será que é o melhor a ser feito?

É uma narrativa envolvente, mesmo o inicio sendo um pouco cansativo, é uma aventura cheia de ação, mistério, sem contar o foco político, pontuado bem na hierarquia não só do clã, mas do Rei e dos nobres em relação aos pobres – a favela em meio ao caos e a falta de elementos básicos tem seu próprio mecanismo de sobrevivência e os ladrões comandam tudo.

Os personagens foram bem construídos. O Lorde Supremo é bem interessante, pois muita coisa é jogada, mas no todo não conseguimos entender quem ele é realmente. Baseamos-nos na visão de terceiros. Acho que é um personagem que vai ganhar força nos próximos livros.

Para quem curte literatura fantástica vale a pena.

Trilogia Mago Negro:

– O Clã dos Magos;

– A Aprendiz;

– O Lorde Supremo;

Advertisements

4 pensamentos sobre “[Resenha] O Clã dos Magos – Trilogia Mago Negro

  1. Pingback: [Resenha] A Aprendiz – Trilogia Mago Negro | No Meu Mundo

  2. Pingback: [Resenha] O Lorde Supremo – Trilogia Mago Negro | No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s