Menina Morta Viva

Era uma vez, eu era uma menininha que desapareceu.
Era uma vez, o meu nome não era Alice. Era uma vez, eu não sabia como tinha sorte. Quando Alice tinha dez anos, Ray levou-a de sua família, seus amigos ― a sua vida. Ela aprendeu a desistir de todo o poder, para suportar toda a dor. Ela esperou que o pesadelo acabasse. Alice agora tem quinze e Ray ainda a tem, mas ele fala mais e mais da sua morte. Ele não sabe é o que ela anseia. Ela não sabe que ele tem algo mais assustador do que a morte em mente para ela. Esta é a história de Alice. É uma que você nunca ouviu falar, e que você nunca, jamais esquecerá.

Um livro publicado já há algum tempo mas que me deixou de queixo caído, boca aberta e tudo mais que você pode imaginar.

Tenho vários grupos no Facebook sobre livros e uma das minhas “amigas literárias” falou sobre esse livro em um post e logo de cara eu amei a sinopse, fiquei super interessada, mas como a editora Underworld fechou (é a mesma editora que lançou os livros da serie Encantados do ferro (O rei do ferro, A princesa do ferro e A Rainha do ferro e um quarto livro que nem foi lançado) e Química Perfeita) nenhuma outra editora ficou com as publicações desta editora (o que acho um desperdício!), e é um livro muito difícil de encontrar e por pura sorte encontrei ele na livraria cultura (alias única edição em todas as livrarias culturas). Li e não consegui mais parar.

Alice, bem o nome dessa garota não é Alice.

Ela foi sequestrada por Ray quando foi estava em um passeio da escola quando tinha 9 para 10 anos. E a partir dai sua vida virou 360º. Se suas reclamações eram sobre os pais deixarem ou não ela usar maquiagem e sobre suas amigas gostarem de seu gloss de baunilha, agora ela tinha que se preocupar em sobreviver.

Alice sofreu abusos e violências por 5 anos seguidos e varias e varias e varias vezes por dia.

Foi impossibilitada de ir a escola. Foi excluída do convivo social com outras pessoas.Foi impossibilitada de crescer (era obrigada a tomar anticoncepcionais para não menstruar e não desenvolver). Ray não a alimentava corretamente para não sair do 45 kgs, não a deixava tomar banho, a fazia dormir em uma cama pequena com colcha de criança e ele junto a seu corpo, mesmo agora com Alice com 15 anos.

Mas antes de Alice houve outra Alice que quando completou 15 anos cedeu seu lugar a esta Alice. Cedeu com sua vida e assim voltou a sua casa. E isso era o que Alice mais queria.

Ray não a queria morta. Ray não a deixava livre. Não a deixa viver . Ela vivia uma vida de de contos de fada imaginado por ele, e vivenciado duramente por ela.O que será de Alice? Ela vai viver sendo violentada, estuprada e machucada por quanto tempo mais? Ray vai encontrar outra Alice?

Um livro de poucas paginas mas que conta uma historia surpreendente, aterrorizante e que embora repulsivo podia até ser verídica. Pois já aconteceu e acontece ainda hoje em dia como vários noticiários já reportaram.E você pode estar pensando: Porque ela não foge? Por que não denuncia este cara? Porque ele a ameaça e também ameaça matar sua família. Vivenciamos todo o horror, o medo e as duvidas que Alice vive.Uma lição a ser ensinada e passada adiante.

Comece a se desculpar agora, ele diz, e empurra minha cabeça em seu colo. Enfia os dedos com força em meu ombro.Odeio o Ray. O pensamento surge como a dor e fica latejando, gritando. Odeio, odeio, odeio.Tinha me esquecido de quanto doem os sentimentos.´

‘Sei o que dizem os contos de fadas, mas estão mentindo.Contos são exatamente isso, sabe. Mentiras. ‘

Nota:4/5

Advertisements

Um pensamento sobre “Menina Morta Viva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s