Gotham 1×01

Antes de existir o Charada, Pinguim, Hera Venenosa, Mulher-Gato e o Batman, uma cidade estava a mercê do caos, que inspirou um jovem órfão a se tornar a maior arma contra a escuridão.

Super-heróis vieram para ficar. Desde o sucesso estrondoso das franquias da Marvel nos cinemas (Isso mesmo, estou falando de nossos Vingadores, dos X-Men, e do nosso cabeça de teia), vemos historias de homens e mulheres mascarados em toda parte. E com a tamanha ansiedade do publico com um dos filmes mais esperado de 2016, Batman vs Superman, ainda longe, a DC comics decide jogar a historia de origem do cavaleiro das trevas e todo o seu mundo para a televisão.

Bruce Wayne (David Mazouz) está longe de patrulhar os becos escuros com seu manto escuro, pelo contrario, ele é apenas uma criança que acabou de testemunhar a morte dos pais, e tem que aprender a viver sem eles, enquanto o detetive Gordon (Ben McKenzie) investiga o mistério. Essa não é uma historia de super-heróis, mas sim de um garoto perdido, um policial honesto e uma cidade corrupta.

Nosso protagonista é James Gordon, o ultimo homem honesto em Gotham, que começa a perceber a corrupção tomando conta do departamento de policia e nas ruas. Ele não terá escolha a não ser tomar uma decisão drástica para continuar na luta.

Embora só tenha lançado um episódio, eu já vejo muito potencial nessa série. Bruno Heller conseguiu trazer a tona um clima sombrio, angustiante e realista que somente Christopher Nolan havia feito. Claro, que existem certas limitações numa historia de TV se comparada há um filme de mais de 200 milhões de dólares, mas eles estão no caminho certo. Não vejo um clima diferente para nenhuma historia do Homem Morcego.

Os atores também foram muito bem escolhidos. Cada um já tem um traço dos vilões e heróis que estão destinados a ser, mas ainda estão traçando seu caminho. Claro, que já sabemos como tudo vai terminar, só que é ver tudo isso que torna-se tão divertido, e olha que qualquer erro podia por para baixo toda essa adaptação. O que monstra que até agora, eles acertaram. Dando créditos extras, aos personagens de James Gordon, o Pinguim (Robin Lord Taylor), Selina Kyle (Camren Bicondova) – ainda quero ver mais dessa garota, e Bruce Wayne. Esse ultimo fico feliz de terem acertado, por que sempre vamos dar atenção especial a Bruce. Sinto que se tivessem escolhido um garoto errado, a serie não poderia se recuperar; Bruce é o que há de mais grandioso em seu mundo, e estou ansioso para vê-lo explorando mais de seus limites.

Gotham, você me conquistou inteiro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s