[Resenha] À beira da sepultura

https://culturamaniac.files.wordpress.com/2014/08/12f5b-age-800x600.jpg

Algumas coisas não ficam sepultadas… Deveria ser a melhor época da vida de Cat Crawfield. Com seu amante morto-vivo Bones a seu lado, ela tem sido bem-sucedida ao defender os mortais de mortos-vivos mal-intencionados. Mas apesar de fazer de tudo para manter sua verdadeira identidade à salvo de insolentes sugadores de sangue, seu disfarce é afinal desmascarado, colocando-a em terrível perigo. Como se isso não bastasse, uma mulher do passado de Bones está determinada a enterra- lo de uma vez por todas. Envolta nas artimanhas de uma vampira vingativa, e ainda assim determinada a ajudar Bones a deter a magia letal que está para ser liberada, Cat está prestes a entender o verdadeiro significado de “sangue ruim”. E os truques que ela aprendeu como agentes especiais não irão ajudá-la. Cat terá que abraçar de uma vez por todas seus instintos de vampira de forma a salvar a si mesma – e Bones – de um destino pior do que a sepultura.

A editora Novo Século traz para o brasil a série Night Huntress, são 7 livros no total e no Brasil já foram lançados 6, todos disponíveis nas melhores livrarias e na internet.

Se você não leu A caminho da sepultura (O Primeiro livro da série) e nem Com um pé na sepultura (Segundo livro), sugiro que dê ao menos uma olhada nas resenhas aqui e aqui.

No terceiro volume da série de sucesso de Jeaniene Frost, Cat e Bones estão mais encrencados do que nunca. Juntos novamente e focados em planejar o casamento tão esperado, eles não imaginam o que anda se espreitando ao redor.

As missões como agente especial de Cat, estão cada vez mais difíceis, já que depois de sua aparição pública para o povo de Ian e os rumores de que a ceifeira ruiva é real, se espalharam. Os disfarces já não funcionam e os alertas vermelhos se tornam cada vez mais frequentes, com isso, a vida de Cat está cada vez mais em risco.

Ela precisa lidar não só com seu relacionamento com Bones, como com sua amada mãe que não aceita nada bem que sua filha vá se casar com um “nojento sugador de sangue!”

Para completar sua vida já não bem fácil, uma mulher do passado de Bones está se tornando uma ameaça tão grande quanto a sepultura que está vindo buscá-la. Cat está prestes a descobrir o que uma verdadeira vampira amarga pode fazer com alguns milênios de aprendizado.

Bones está prestes a fazer uma aliança poderosa e com isso adquirir alguma chance de vitória para proteger sua amada e seu povo.

Todos esses conflitos não chegam nem aos pés da questão que a vem confrontando de frente como nunca, afinal o que ela é? Humana Catherine ou a vampira Cat?

E mais uma vez Cat e Bones conseguiram a proeza de me conquistar por inteiro, em dois dias acabei o livro, me deliciando com cada capítulo. Não há como resistir a esse deleite de ação, romance e humor.

O que mais me surpreende, é a maneira envolvente com que Jeaniene consegue desenrolar a trama. É quase como se eu estivesse passando pelo que os personagens estão passando e fazendo as novas descobertas, juntos com eles.

Personagens como Rodney, Spade, Mencheres e até mesmo Ian, ganharam seu destaque e posso dizer que não tem como não ama-los!

O mistério desafiante e desesperador lhe deixa roendo as unhas. O melhor livro da série até agora, novos personagens e artimanhas vampirescas estão para serem descobertas.

Recomendo para todos que gostam de uma leitura envolvente e rica em detalhes. O mundo de Night Huntress vale a pena ser explorado.

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Resenha] À beira da sepultura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s