[Resenha] Com um pé na sepultura

https://culturamaniac.files.wordpress.com/2014/08/1d62b-comumpc3a9nasepultura-sc3a9rienighthuntress2.jpg

Você pode até fugir da sepultura, mas não pode se esconder para sempre… A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. Estar perto dele desperta todas as suas emoções, desde a adrenalina ao matar vampiros ao seu lado à temerária paixão que os consome. Mas o preço por sua cabeça – Procura-se: morta ou meio-morta – significa que sua sobrevivência depende de unir-se a Bones. Não importa o quanto tente manter as coisas profissionais entre eles, Cat irá descobrir que o desejo dura para sempre… E que Bones não vai deixá-la fugir novamente.

E eu volto a abordar a vida de Catherine Crawfield, se você ainda não leu a resenha do primeiro livro, pode achá-la aqui .

E o mundo de Night Huntress está de volta, quatro anos depois de Cat ter deixado seu amado vampiro para trás, ela se vê cada vez mais vazia.

Apesar de ter uma equipe maravilhosa, novos amigos e passatempos, Cat jamais poderá esquecer o seu grande amor, Bones.  Mas o que ela poderia fazer? O relacionamento dos dois estava fadado ao fim desde de seu começo.

Catherine Crawfield morreu e a agente especial Catarina Arthur nasceu, a ceifeira ruiva está mais ativa do que nunca!

“Eu trabalhava para a versão governamental da Assassinos da Sepultura S/A e a minha mãe preferiria espetar agulhas em seus olhos a me ver namorando um vampiro”.

Em uma de suas missões em deter um vampiro “mal” que é responsável pela morte de dois humanos, Cat mostra não só suas habilidades (Que só melhoram!), como seu sentimentalismo. O vampiro que ela está prestes a matar, é Ian. O criador de Bones.  Como ela poderia ser responsável por matar aquele que transformara o homem pelo qual ela é apaixonada até hoje?

O destino não é gentil com Cat e nem a sepultura que insiste em se aproximar cada vez mais. Antes que ela perceba, lá está ele, Bones, ao seu lado depois de quatro anos. E não, ele não irá deixa-la escapar mais uma vez!

Tentei me segurar para não ler tudo de uma vez só, porém foi uma missão perdida. Não tive uma decepção sequer com a sequência de A caminho da sepultura, apenas surpresas e mais surpresas.  A leitura mais deliciosa, viciante, divertida e super sexy está presente em Com um pé na sepultura.  Jeaniene Frost mais uma vez conseguiu cativar os leitores e trazer um triller emocionante para o mundo das livrarias.

Cat e Bones ainda tem muitas coisas a resolver e ações para se envolver. A ceifeira ruiva não só cativou o coração do Mestre vampiro Bones, mas também como de Ian. Seu criador.

Cat deve correr contra o tempo para decidir seus sentimentos, sua vida e seu passado. Finalmente ela tem o que queria, ela sabe quem é seu pai e está prestes a ficar frente a frente com ele.

Completamente apaixonada pela série, é assim que me encontro. Todos que prezam por histórias vampirescas (Até os que não prezam), deveriam ler Night Huntress. Amei cada linha e que venham mais livros, quero muito, muito mais!

Advertisements

Um pensamento sobre “[Resenha] Com um pé na sepultura

  1. Pingback: [Resenha] À beira da sepultura | No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s