[Vida de Escritora] Começando seu livro – Personagens

Agora que você tem o paradigma do seu livro montado, o ideal é que comece a pensar nos personagens principais, suas caracteristicas, defeitos, qualidades, nomes, aniversário, tudo sobre eles, de forma que você saiba mais sobre ele do que sobre si.

Uma técnica que eu geralmente uso é criar uma “ficha de personagem” como em muitos jogos de RPG online, eu coloco na ficha nome, idade que ele terá quando a historia vai começar, data de aniversário, onde mora, com quem mora, quem são seus pais, seus irmãos (se tiver), seus amigos mais próximos, suas qualidades, defeitos, o que ele gosta de fazer. Dependendo da história eu chego a criar a árvore genealógica sobre do personagem.

Pode parecer exagero, ou parecer que é um trabalho desnecessário, mas apenas conhecendo bem o seu personagem é que você vai conseguir saber como ele agirá em qualquer momento. Aprendi esse tipo de técnica no teatro, todo personagem que eu vou fazer (seja no palco ou seja em um livro) eu crio toda a história da vida dele, como se ele estivesse se apresentando, em alguns casos a história dele dá um novo livro quase.

Lembre que um personagem clichê ou os chamados Mary Sue e Gary Sue (aqueles personagens completamente perfeitos) não chamam tanta atenção dos leitores mais assíduos, portanto saia do clichê e pense em defeitos para os seus personagens, tem duas técnicas que eu conheço para facilitar isso, técnica “Cidade dos Sonhos” mais indiciada para quem nunca criou personagens e técnica “Criando um Estranho” que é indicada para todos, principalmente para quem passa horas no trânsito.

Técnica Cidade dos Sonhos

Uma vez fui fazer um curso de férias de Roteiro para Cinema, TV e documentário, foi bem interessante pois pude aprender diversas técnicas ótimas e uma delas na verdade foi um exercício passado pela professora, onde passei horas torturantes vendo o filme “Cidade dos Sonhos” do David Lynch (odeio esse filme) e minha professora pediu para que criássemos um personagem para o filme que achamos que faltava, eu então comecei a fazer isso, criar personagens para filmes e livros, depois comecei a escrever como eu achava que era a historia de vida de alguns personagens secundários existentes nos filmes, isso foi bom para eu começar a desenvolver mais o lado psicológico do personagem. Também é uma forma de criar ligações entre fatos da vida do personagem que o levaram a ter aquela personalidade.

Técnica Criando um Estranho

Essa é a técnica mais legal e maluca que eu uso, geralmente usada em momentos de puro tédio quando estou no trânsito, ela é boa também para aprimorar o desenvolvimento de tramas.

Funciona da seguinte forma, quando você estiver em seu momento de ócio, no transito ou apenas na rua vendo as pessoas passaram, comece à pensar na historia de vida daquela pessoa, quantos anos, o que ela faz da vida, se tem filhos, se é casada, se tem irmãos, a relação dela com os pais, a maior loucura da vida dela, coisas assim, nesse caso você não precisa ir anotando, isso é apenas para aguçar sua criatividade, observação e atenção aos detalhes.

Criando o personagem

Agora que você já sabe mais ou menos como criar seu personagem, eu sugiro que tente sempre recorrer à pessoas reais quando o seu personagem for algum personagem secundário. Por exemplo, em meu primeiro livro Sob as Estrelas eu precisava de alguns personagens que não teriam tanta importância na historia, seriam apenas figurantes, então eu não precisava ter sempre esse trabalho todo com cada um deles, eram personagens que em alguns casos eram apenas mencionados e em outros casos só apareciam uma vez ou outra.

Para eu me focar mais nos personagens principais, eu então resolvi ligar todos os personagens secundários à pessoas que eu conheci usando características de uma, personalidade de outra e assim por diante, de forma que é capaz de reconhecerem algum desses personagens.

Então é isso, eu espero que vocês estejam gostando dessa nova série e não percam na próxima semana tem mais.

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Vida de Escritora] Começando seu livro – Personagens

    • Que bom que gostou das dicas.
      Mas Suelen a ideia inicial é essa, se você tem boa imaginação as ideias irão surgir de monte para outros livros, anote todas em um caderno, para elas não irem embora, mas foca de se escrever e planejar apenas um por vez, só comece a pensar em outro quando terminar esse. Isso além de te ajudar a não se perder meio que te dá uma meta de terminar o que você esta escrevendo para começar o próximo que você esteja empolgada.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s