Transformers – A Era da Extinção

Uma nova ameaça chega a terra, prometendo destruir todos os Autobots a procura de um herói. Onde está Optimus Prime?

Cinco anos se passaram desde a batalha de Chicago, onde Megatron foi destruído pela ultima vez. Os Autobots estão desaparecidos e o governo decidiu colocar todos os americanos em alerta para atividades alienígenas. É nesse cenário que Cade Yeager (Mark Wahlberg), um inventor que está procurando sua grande chance e sua filha Tessa (Nicola Peltz) se vem diante de um caminhão destruído, que guarda o maior herói que a terra já viu

Esse novo filme do Transformers prometeu trazer uma nova era, começando com a mudança de atores. Quase todos os rostos antigos não retornaram, isso inclui também nosso heróis robóticos, com exceção de Optimus Prime e Bumblebee. Não que tenha me incomodado, eu gostava muito do personagem de Shia LaBeouf, Sam Witwicky, mas não tinha muito mais o que avançar com o personagem. Eles precisavam levar esse mundo a outro nível. Infelizmente ficaram presos nas mesmices.

Já estou um pouco cansado de ver o governo se voltando contra os Autobots para no final eles provarem seu valor e salvar a terra. Entendo porque Optimus estava furioso, as pessoas são mesmo umas filhas da mãe. Mas se o diretor Michael Bay acha que isso ira ajudar a trazer uma nova cara a serie, ele está muito enganado.

A historia em si não acrescentou muita coisa nova. Não que você vai ver um blockbuster pelo seu conteúdo. As pessoas que ainda esperam isso, bem, acho que deviam abandonar a sessão de vez. Esses tipos de filmes se sustentam pela ação e A Era da Extinção não é uma diferença. Mas o modo que divulgaram o filme, nos fez acreditar que veríamos algo novo e nunca visto antes. Acabamos vendo um pouco disso, mas não de uma maneira tão boa quando podia ter sido.

As cenas de ação falharam um pouco, até a metade do filme eu estava esperando uma boa cena de lutas como nos primeiros filmes. Felizmente depois de uma boa enrolação isso acontece, e vemos Optimus como o grande líder e guerreiro que é. Esse filme é mais dele do que qualquer um. Não importa quem ataque, ele revidara duas vezes mais forte.

Então se você for ver o novo Transfomers, sabia que não vera nada de novo. Sente na poltrona e aproveite as cenas de ação, porque o filme vale por elas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s