[Resenha]Divergente – Filme

https://i1.wp.com/www.100hdwallpapers.com/wallpapers/2880x1800/divergent_2014_movie-widescreen_wallpapers.jpg
Divergente é um dos filmes mais esperados do ano, trata-se de uma distopia de três livros da autora Veronica Roth.

Os fãs mal podem esperar pelo dia 17 de Abril, quando finalmente o filme chegará aos cinemas.

Na futurística Chicago, Beatrice(Shailene Woodley) completa 16 anos, ela está se preparando para seu teste de aptidão e logo chegará a hora de escolher entre as diferentes facções em que a cidade está dividida; Audácia, Erudição, Franqueza, Amizade e Abnegação.  A regra é: Facção antes do sangue e uma vez que a escolha foi feita, não há como voltar atrás.

Ela está convicta que o teste de aptidão será a solução de suas dúvidas em relação a si mesma, quando descobre que na verdade o perigo só acabara de começar. Beatrice é uma divergente, pessoas com personalidades que se encaixam em mais de uma facção, são raros e considerados uma grande ameaça para o sistema, por isso caçados e exterminados. Ela não pode confiar em ninguém.

Tudo gira em volta de sua escolha, Beatrice surpreendendo até a si mesma, escolhe a audácia, deixando seus pais e sua antiga facção para trás.

Começamos a conhecer Tris (O nome que ela escolhe quando chega a audácia) e a perceber que Beatrice ficou para trás.

Desafios altamente perigosos, lutas e situações constrangedoras é o que não falta na audácia e ela precisa se superar ou acabará ficando para trás. Felizmente Tris chama a atenção de Quatro (Theo James) que além de ajuda-la, desperta outros lados que a própria Tris não conhecia em si mesma.

Fiquei realmente envolvida com a história, esqueci-me de quanto tempo estava mergulhada naquilo e apenas deixei-me levar.

É o tipo de conteúdo que necessita de atenção, aprender e entender sobre uma nova sociedade futurística não é fácil e muitas pessoas não conseguem. O filme leva isso de forma fácil e direta, deixando o mínimo de duvidas possíveis.

Para quem leu o livro, pode se preparar para algumas surpresas. Mudanças foram feitas e no meu ver, muito bem adaptadas. Temos que lembrar que no livro, temos apenas a visão da Tris, quanto no filme, vemos bem mais que isso.

Senti falta de algumas cenas, porém é bastante compreensível a diminuição de partes mais violentas por conta da classificação indicativa. O que era realmente relevante/necessário sobre a história, está lá.

Shailene Woodley, me conquistou como Tris. Interpretação maravilhosa! Ela conseguiu entender a sua personagem e atuar de forma que passa a emoção para quem está assistindo.

Temos a grande estrela Kate Winslet (Rose de Titanic), que interpreta a grande vilã Jeanine Mathews, impecável em seu papel.

Theo James como Quatro, mostrou ter a veracidade de seu personagem. Espero que ele seja cada vez mais explorado em seu papel.

Com duas horas e vinte minutos de duração, conhecemos bem o mundo de Divergente e a história de Tris. O desfecho deixa um grande gosto de “quero mais” e esperamos que a Summit e a Lionsgate continuem a se dedicar a essa ótima saga e que venham com tudo na continuação.

Anúncios

Um pensamento sobre “[Resenha]Divergente – Filme

  1. Pingback: [Resenha]Divergente - Filme | Ficç&atild...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s