[Resenha] O Inocente

Ao mesmo tempo forte e avassalador, o livro traz uma história que prende irresistivelmente a atenção – ela trata das escolhas que todos nós um dia somos obrigados a fazer e como alguns erros podem mudar nossa vida para sempre. Quando jovem, Matt Hunter matou acidentalmente um rapaz quando tentava separar uma briga. Foi preso e condenado a quatro anos de prisão. Agora, ao lado da esposa Olívia, grávida de seu primeiro filho, sua vida parece tranqüila, até que recebe misteriosas ligações em seu celular com câmera: imagens perturbadoras de Olívia e de um homem misterioso. Quando o sujeito morre com dois tiros no rosto, Matt passa a ser o principal suspeito não só desse homicídio, mas também de outros. Pois parece haver uma conexão macabra entre esses crimes e o passado de Matt… e o de Olívia também…

Apesar de não ser meu genero favorito de livro, gosto muito dos livros de Harlan Coben e esse não foi diferente, como já é costume dos livros de Harlan esse foi um livro que prendeu minha atenção, minha respiração e tudo até o final.

Esse livro é para aqueles que querem muitas surpresas e revelações, pois mostra como pessoas totalmente diferentes podem ter muito em comum, o livro conta a histora de Matt Hunter que aos 20 anos acaba matando uma pessoa acidentalmente ao apartar uma briga e é considerado culpado no tribunal.

Matt depois de um longo tempo consegue sair da prisão, se casa com Olívia e tenta levar a vida de boa, está prestes a comprar uma casa para junto com Olívia formar uma família, já que ela está grávida.

Porém as coisas não fluem tão bem para Matt, afinal se fosse um livro somente assim não seria um livro de Coben, quando tudo parece bem Matt recebe um vídeo que tira sua vida totalmente do eixo.

Uma coisa que eu gostei muito é que o livro é narrado por outros pontos de vista, além do ponto de vista de Matt, mas não são pessoas aleatórias e sim pessoas que tem alguma grande importância para o desenrolar da trama, porém se acha que isso o torna clichê, está muito enganado, a cada virada de página é uma nova surpresa.

Mas Matt não é o único a ter um passado que ele quer esquecer, Olívia tem um passado obscuro que ela prefere que continue enterrado, porém tudo será desenterrado agora nesse livro surpreendente.

Coben se mostra um gênio em mais esse livro, onde ele não deixa nenhuma ponta solta, de forma que o leitor se sente satisfeito no final da leitura.

Só não recomendo ler esse livro em véspera de prova ou na hora de dormir, porque quando começar, você não vai conseguir parar.

Anúncios

Um pensamento sobre “[Resenha] O Inocente

  1. They don’t appeal to me, eiethr (or to any young adults in my family!). Harlan Coben had already dumbed down his adult books a huge amount in pursuit of bestsellerdom, so I am not surprised he didn’t have to do any more of it for his YA books.He’s right that publishers perceive a market here, eg John Grisham, young James Bond et al. I suppose it will be a passing fad. If people like reading, they don’t need books specifically aimed at a YA market, there are plenty of books to choose from .when you consider they are reading things in school when 15 such as To Kill a Mockingbird, Catcher in the Rye, Atonement, Of Mice and Men .all non YA-targeted books with plenty of issues of gripping interest to young (and old!) people in general.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s