[Resenha] Amante Consagrado (Irmandade da Adaga Negra) – por Ana Carolina

Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. E agora, um Irmão obediente deve escolher entre duas vidas… Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primaz das Escolhidas, ele será o pai dos filhos e das filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça, e, que haja guerreiros para lutar contra os redutores. Como sua companheira, a Escolhida Cormia quer ganhar não só o corpo, mas também o coração de Phury para si… Ela vê o guerreiro emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Redutora se torna mais severa, uma grande tragédia abate a mansão da Irmandade e Phury deve decidir entre o dever e o amor.

Esse é o sexto livro da série “Irmandade da Adaga Negra”, que se refere a seis guerreiros vampiros que travam uma batalha contra seus inimigos, os redutores. E esses bravos guerreiros, com seus quase dois metros de altura, seus físicos invejáveis e suas caras de mal lutam todas as noites para salvar sua raça.

Em “Amante Consagrado” conhecemos mais a dentro a história de Phury, irmão gêmeo de Zasadist, que sofreu desde bebê com o rapto de Z e depois que cresceu foi a luta para achar seu irmão que havia sido transformado em escravo de sangue de uma vampira. Depois já em companhia da Irmandade, por culpas do passado ele se entregou ao vicio da fumaça vermelha (uma espécie de cigarro), e para salvar o amor de seu irmão Vishous pela doutora Jane ele resolve assumir seu lugar como Primaz, assim garantindo o futuro da raça.

Phury era o personagem que eu menos gostava na série. Eu o julgava uma pessoa fraca, perto dos guerreiros fortes e viris que eu via na série. O tempo todo, nos volumes anteriores, ele estava se drogando…e drogando… e drogando… Enfim, eu o achava um tremendo de um covarde.

Só que em Amante Consagrado, eu consegui simpatizar com ele e entender um pouco mais o seu lado. Ele não se tornou o meu personagem favorito da série, que continua sendo o Z, mas uma outra face foi revelada dele. Ele se mostrou uma pessoa amiga, companheira, a ponto de se sacrificar pelos seus colegas sem pestanejar.

E em seu caminho como Primaz, Phury conhece Cormia, uma das escolhidas da Virgem Escriba, e com muita relutância ele se descobre apaixonado por ela, e como macho vinculado, ele não admite que nenhum outro homem ou vampiro se aproxime dela.

O romance dele com Cormia se mostrou muito fofo e é de suma importância para que as mudanças ocorram em sua vida. Cormia sempre foi criada no mundo da Virgem Escriba, e quando se vê envolvida em um mundo diferente do seu ela se sente deslocada. Mais de uma coisa ela tem certeza, ela esta apaixonada pelo Primaz mesmo sabendo que é errado e impossível ao mesmo tempo. Mais com seu jeitinho ela acaba conquistando-o. Tem uma cena no livro, com um trecho do filme Dirty Dancing ( um dos meus filmes favoritos) que é de arrancar o fôlego! Ah, um personagem volta para a trama, causando muita surpresa na Irmandade.

J. R Ward nos surpreende a cada livro com suas histórias e livros com um volume grande de páginas. É uma escrita envolvente e sedutora. Um exemplo é a personagem Cormia que no inicio da história é insignificante, mais com o desenrolar do livro seu papel vai tornando forma e crescendo cada vez mais  aos nossos olhos.

Livros da série IAN até o momento:

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Resenha] Amante Consagrado (Irmandade da Adaga Negra) – por Ana Carolina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s