[Resenha] A Luneta Âmbar – Coleção Fronteiras do Universo

Will é o portador da faca sutil. Ele prometera ao pai, no leito de morte, que iria entregar a lâmina terrível ao Lorde Asriel. Está se aproximando uma guerra, a maior guerra de todos os tempos, e a lâmina é a unica arma que pode render o inimigo. Um forasteiro num mundo estranho, Will começa sua jornada perigosa. Mas como pode cumprir a promessa quando Lyra, sua corajosa companheira, está desaparecida?

Este é o terceiro e ultimo livro da coleção Fronteiras do Universo de Philip Pullman, por sinal excelente coleção.

A historia em si começou a ficar mais interessante no segundo livro, quando Lyra conheceu o Will e suas vidas deram um nó sendo um livro mais agitado e repleto de aventuras. O terceiro é um pouco mais lento, mas também tem muita mais historias, visto que temos diversos pontos de vista e situações que ocorrem com determinados personagens e que fazem diferença no decorrer do livro praticamente mudava quase de capitulo em capitulo, ora Will, ora Lyra, ora Sra. Coulter, ora Dr. Mary Malone e por ai vai. Devo dizer que apesar da Dra. Malone ser extremamente importante na trama, os seus capítulos de um modo geral são os mais chatinhos.

A temática está cada vez mais com cunho religioso, o que é interessante e complexo ao mesmo tempo, pois religião é um tema muito difícil de ser trabalhado, por que nem todo mundo acredita na mesma coisa que você e talvez a forma de se expressar pode ofender e a coisa tomar outras proporções. Acho valido estar de cabeça aberta, ler o livro como um livro de historia, por mais que todos os livros que lemos nos acrescente algo, ele não necessariamente precisa brigar com o que você acredita ou deixa de acreditar.  Como falei na outra resenha, não recomendo para crianças, é um livro intenso e complexo demais.

Algo digno de observação foi o trabalho de pesquisa do autor, todos os capítulos têm um trecho de outros autores e até mesmo da própria Bíblia que fazem todo sentido com a historia e com o capítulo.

No ultimo livro “A faca Sutil”, Lyra foi levada por sua mãe (Sra. Coulter) que a colocou adormecida e o terceiro já se inicia nessa busca por ela. Enquanto Lyra estava sendo “drogada” por sua mãe para se manter dormindo, ela tinha “sonhos”, na verdade, o que me parecia é que sua alma se transportava para a terra dos mortos e ela conversa com o seu amigo falecido, Roger. (Isso me lembrou bastante a coleção dos Kane, do Rick Riordan, que ao dormirem suas almas transitavam por outros lugares, tem até um nome especifico para isso, mas no momento eu não lembro, sorry).

O decorrer da historia existem muitos núcleos, além de muitos detalhes a serem observados em cada um deles.  Finalmente descobrimos o que é o “pó”, além da existência dele em outros universos e com outros nomes, como: “sombras”, ou “Sraf. O que significa a profecia que envolve a Lyra, o papel de Will na batalha contra o Reino dos Céus. Fora a evolução dos personagens, a maturidade do Will e da Lyra (eles só têm 12 anos e no fim já não são mais crianças, pelo menos na cabeça e no temperamento), Sra. Coulter e o Lorde Asriel que de certa forma surpreendem com suas reviravoltas, a espera e o novos conhecimentos da Dra. Malone e seu papel nisso tudo, a volta de personagens dando um fechamento a eles, além do surgimento de tantos outros como os Mulefas, Lorde Roke, Metraton, etc.

Quando a Lyra e o Will foram para a terra dos mortos, achei interessante com o autor mistura referencias de outras religiões e como as pessoas se sentem sozinhas lá. Estou lendo A Casa de Hades do Rick Riordan, o Gigante Damásen (que está no Tártaro) pediu que Annabeth contasse historias para ele e no Luneta Âmbar, as harpias pedem a mesma coisa, que conte historias verdadeiras que assim elas irão te ajudar.  Isso me chamou muita atenção.

A chave da historia é questionamento, sendo ele feito a partir da tentação da serpente, a queda de Adão e Eva, o fim da inocência e o dom do livre-arbítrio. Vemos que a miséria humana na realidade não veio da queda e sim da repressão da Autoridade, no caso do livro a Igreja e suas ramificações que visam poder e que vão contra a liberdade humana em diversas formas. Moldando-nos e fazendo seguir um caminho que não nos permite criar conhecimentos e ter vontade própria.

É uma excelente coleção muito intensa de tirar o fôlego que mostra os dilemas de seus personagens, suas crenças com muita filosofia e complexidade sendo uma aventura surpreendente que nos passa diversos sentimentos e o melhor de tudo nos faz pensar.

Coleção Fronteiras do Universo:

Bussola de Ouro

A Faca Sutil

– A Luneta Âmbar

Anúncios

7 pensamentos sobre “[Resenha] A Luneta Âmbar – Coleção Fronteiras do Universo

  1. Pingback: [Resenha] A Bússola de Ouro – Trilogia Fronteiras do Universo de Philip Pullman | No Meu Mundo

  2. Pingback: [Resenha] A Faca Sutil – Coleção Fronteiras do Universo | No Meu Mundo

  3. Acho essa série muito interessante. Está dentre minhas favoritas. O autor foi muito criativo ao criá-la, com toda essa história de mundos, “pó” e religião. É uma história diferente de muitas outras, que foge dos clichês, e nos trás reflexões interessantes. Talvez agrade a crianças, mas elas iriam se ater à ação e não perceberiam todas as questões profundas que série traz. É uma série que pretendo reler, tanto para, agora que estou mais velha, repensar essas questões, quanto para relembrar o enredo (faz tanto tempo que li que esqueci de algumas partes).

    Gostar

  4. eu achei o filme muito bom, mais o livro, fico sem palavras pra dizer o que o livro significou pra mim, histórias maravilhosas de tirar o folego, de fazer chorar, muito emocionante, msm, por mais que o livro não tem gravuras, com as melhores descrições ele te leva pra aquele mundo, e vc imagina tudo o que ele descreve, cheiros cores e expressões. Agora to com depressão após ler a trilogia, já sentindo falta, dos personagens e da história como se eu tivesse viajado para a terra deles e voltado so com a saudade dos personagens.

    Gostar

  5. Eu somente vi o filme, e procurei saber mais, se havia livros ou outros filmes, fico muito triste e zangada por não ter uma continuação em filme, mas já que tem os livros,bem, posso me contentar com isso. Gostei de sua explicação sobre os livros, sua resenha e boa, mas acho que você, sem querer ofender, deixo um pouco, “sem respostas”, não sei como posso explicar,bem, fiquei com algumas suposições de que sua narração não “abrangiu”, bem, minhas perguntas: O que é essa Luneta Âmbar? Como ela surgiu na história? Como assim Roger morreu? E quando foi que simplesmente a Lyra sumiu? Como a mãe dela pegou ela? Sinceramente, sei que se eu ler os livros, irei saber de cada detalhe, mas como uma dedicada critica de melhorar suas resenhas, queria saber mais. Não que seu resumo não foi bom, foi ótimo, entendi varias coisas, e fiquei ainda mais apaixonada e curiosa pela trilogia,mas acho que você deixo algumas coisas digamos, sem “anexo”.
    Obrigada por ler até aqui, essa incrivelmente bizarrice de chata que sou ( e que sou muito curiosa, tenho que saber de cada detalhe de ficções apaixonantes!!!). Bjos!

    Gostar

    • Meu facebook Rafaela Gabriella ou Whats (47)84489187, sei lá, caso você me responda e eu não veja, gostaria muito de umas respostas….rsrs (ainda não achei os livros, então estou EXTREMAMENTE CURIOSA) rsrs.

      Gostar

  6. Escreveste aí que não recomenda o livro para crianças, e eu concordo totalmente. Embora tenha lido o livro quando tinha por volta dos doze anos e meio (agora, tenho treze anos) e consegui entender tudo, mas foi com muito esforço. Espero realmente que tenha uma adaptação para a televisão, porque tenho absoluta certeza de que irão acontecer várias polêmicas acerca da blasfêmia sobre a igreja, que é uma coisa que eu adoro (as polêmicas, não a blasfêmia). Pessoas que seguem religiões (ou não) podem ler o livro tranquilamente se tiverem mente aberta para novas informações. Sou católica e esse livro me fez pensar muito na época, sobre o certo e o errado e várias coisas relacionadas. Parabéns pela resenha! Gostei muito.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s