Bienal do Livro Rio 2013

Então galera, caso algum leitor aqui ainda não saiba, hoje começa a Bienal do Livro aqui no Rio de Janeiro, para quem passou os ultimos anos vivendo em uma caverna e teve como primeiro meio de comunicação esse blog, vai algumas informações sobre a Bienal que está mobilizando todos os grandes leitores do Rio de Janeiro.

Sobre a Bienal do Livro

A Bienal do Livro é o principal evento do mercado editorial e mais importante evento cultural do país. A Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro é uma iniciativa do SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros – em parceria com a Fagga Eventos e ocupa três pavilhões do Riocentro, em uma metragem de 55 mil m². O evento espera receber em torno de 600 mi visitantes; 170 mil estudantes.

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro conta com 950 expositores e uma programação cultural plural, abrangente e sempre atual, que inclui bate-papos, sessão de autógrafos e apresentações de autores nacionais e internacionais.
30 anos de Bienal do Livro do Rio

Em 2013, ao evento chega a 16ª edição e comemora 30 anos de sucesso. O SNEL e a Fagga I GL events exhibitions realizam a Bienal desde a 1ª edição, em 1983, que aconteceu no Copacabana Palace.

São três décadas aproximando e estimulando o contato do público com o livro, promovendo a leitura e a educação.
Edições da Bienal

XVI Bienal do Livro do Rio – (2013)

Com uma programação cultural desenvolvida para aproximar ainda mais o público do universo literário, a XVI Bienal do Livro Rio aposta em novos ambientes de interação com os leitores e prepara uma grade de eventos ainda mais diversificada e dinâmica. Consolidada como um dos principais marcos do calendário cultural do Rio de Janeiro, a Bienal acontece em 2013 entre 29 de agosto e 8 de setembro.

Alemanha, país homenageado

A Alemanha é o país homenageado da edição de 2013 – realizadas em parceria como o Goethe-Institut. Em sintonia com a Feira de Frankfurt, que este ano homenageia o Brasil, a presença alemã na Bienal tem como objetivo intensificar o intercâmbio entre as duas nações, enriquecendo o encontro por meio de uma ampla oferta de atividades artísticas e literárias.

Além da presença dos escritores alemães na programação cultural, o que promoverá uma gama de diálogos com suas contrapartes brasileiras – tendo como pauta assuntos como ilustração de livros infantis, poesia, linguagens intermídia, literatura e viagem, graphic novels e multiculturalismo –, a Alemanha terá um estande de 400 metros quadrados do qual fará parte a exposição multimídia Alemanha de A a Z. As 26 letras esculpidas do alfabeto alemão, quatro delas em 3D, vão ofercer aos visitantes uma perspectiva bem-humorada do país – de “Alltag” (cotidiano) a “Zukunft” (futuro).

Programação Cultural

  • Placar Literário – novidade 2013

Dois espaços inéditos prometem surpreender os visitantes. No clima da Copa das Confederações e abrindo caminho para a Copa do Mundo, o Placar Literário, com curadoria do jornalista João Máximo, será dedicado à literatura de futebol.
Conexão Jovem – novidade 2013
Já os leitores adolescentes terão um novo território: além de, mais uma vez, poderem encontrar seus ídolos no Conexão Jovem, eles conhecerão o Acampamento na Bienal, que, comandado por João Alegria, terá como foco a tecnologia e a cultura de convergência − o livro que vira filme, que vira game, que vira site, que vira livro –, mostrando que a narrativa faz parte do dia a dia.

  • Planeta Ziraldo

Mantendo o tradicional ambiente dedicado aos pequenos leitores, a XVI Bienal do Livro Rio prestará uma homenagem lúdica e interativa a Ziraldo, autor que, presente em cada edição, se tornou parte indissociável do evento. Seus muitos personagens inesquecíveis, como Menino Maluquinho e Pererê, ganharão vida por meio da cenografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara.

  • Café Literário

E os espaços que mais fizeram sucesso em outras edições permanecem na programação. O tradicional Café Literário, pelo terceiro ano com curadoria do escritor e crítico Italo Moriconi, convidará o público a participar de descontraídos debates sobre livros, estilos e ideias dos quais farão parte os mais celebrados autores − prosadores, poetas, ensaístas − nacionais e estrangeiros.

  • Mulher & Ponto

O Mulher & Ponto terá à frente a jornalista Bianca Ramoneda, que levará novidades aos bate-papos sobre os mais diversos aspectos do universo feminino que chamaram a atenção de homens e mulheres nas duas últimas edições.

  • Autores

Mais de 100 escritores, dos mais variados gêneros e nacionalidades, estarão entre os convidados. Três nomes internacionais já foram confirmados para o Encontro com Autores: Emily Giffin, um dos maiores expoentes da chamada chic lit, que lançou este ano Presentes da Vida (Novo Conceito); Allan Percy, do sucesso de Nietzsche para estressados (Sextante); e James C. Hunter, do fenômeno O monge e o executivo (Sextante).

  • Salão de Negócios

A Bienal do Livro Rio terá pela primeira vez, em sua 16ª edição, um salão de negócios (agent center). Atendendo a uma demanda do mercado, o espaço receberá agentes literários e profissionais do livro de várias partes do mundo.

O salão de negócios acontecerá nos três primeiros dias da Bienal, no mezanino 2 (Pavilhão Verde). Em 29 de agosto, dia da abertura da Bienal, o horário de funcionamento será de 13h às 18h, enquanto em 30 e 31 de agosto o espaço permanecerá aberto das 10h às 18h. Já estão confirmados representantes de editoras dos Estados Unidos, Alemanha, Canadá, Chile, Gana e do Brasil.

  • Visitação escolar

Com o objetivo de incentivar desde cedo o hábito da leitura, a visitação escolar convida alunos de sete a 14 anos das redes pública e particular do ensino fundamental a conhecer a 16ª edição da Bienal. São seis dias destinados ao programa: 30 de agosto e 2, 3, 4, 5 e 6 de setembro. Este ano as inscrições foram realizadas em tempo recorde: em apenas duas horas em meia as instituições de ensino do Rio de Janeiro cadastraram 170 mil alunos para a visitação escolar.

Na chegada ao evento os estudantes receberão a Nota Bienal, que, no valor de R$ 5,50, pode ser trocada por um livro do mesmo valor. Com isso, o projeto possibilita aos visitantes a oportunidade de pesquisar títulos, manusear exemplares e ainda criar posteriormente uma rede entre colegas para troca de títulos, criando uma verdadeira roda de leitura.

Em 2002, a visitação escolar recebeu o Prêmio Caio, na Categoria Evento de Terceiro Setor, pelo compromisso com o futuro das crianças e por sua responsabilidade social.

Bienal do Livro 2011 – Rio de Janeiro

Na edição, 640 mil visitantes prestigiaram o evento, percorrendo os corredores, participando da programação cultural e comprovando que o público brasileiro tem investido cada vez mais no prazer e no aprendizado propiciados pela leitura.

Um pensamento sobre “Bienal do Livro Rio 2013

  1. Ano passado fui à minha primeira Bienal. Achei aquele um lugar mágico, cheio de possibilidades e que agradava a todos os gostos. Fui no dia sete de setembro, o que foi um transtorno, mas, mesmo assim, valeu muito a pena. Cheguei a ver alguns autores, como Anne Rice e os “Senhores de Castelo” G. Brasman e G. Norris e muitos outros da galera que ainda está começando, mas já está cheia de gás. Gostei muito e pretendo repetir a dose este ano.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s