[Resenha] Cinquenta Tons Mais Escuros

Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.

O que dizer do segundo livro dá tão aclamada trilogia?!

Depois de devorar o famoso Cinquenta tons de cinza, corri para ler sua continuação.

Cinquenta Tons Mais Escuros fala basicamente da evolução de Christian em relação a Anastacia.

Ela após tentar de todas as formas ser alguém que ele tanto desejava e não ter conseguido, acaba jogando a toalha e terminando tudo com ele, o deixando desesperado diga-se de passagem.

Mesmo assim ele reluta até assumir seus sentimentos e acaba cada um seguindo para um canto até chegar ao ponto que ele não consegue mais se ver sem ela e começa a lutar para ter Ana de volta. Sim, Grey assume um relacionamento sério com Anastacia.

Em meio a essas descobertas novas para CG, Ana, acaba conhecendo a pessoa que levou Christian para lado do sadomasoquismo, essa que por sua vez acaba sentindo ciúme de CG que ela não conheceu e acaba tentando atrapalhar a relação dos dois.

Quando você acha que tudo não pode piorar, eis que aparece uma ex submissa de CG que ainda é perdidamente apaixonada por ele e acaba se tornando uma psicopata querendo atrapalhar a relação dos dois.

Basicamente eu curti esse livro um pouco mais que o primeiro por que a autora evoluiu na narrativa (não muito, aqueles e-mails no meio do texto continuam e sem contexto e nexo também) e criou uma Anastacia menos chata e mais evoluída, principalmente na cena que ele termina com o CG.

Muitas mulheres se veem apaixonada por CG, desculpa rapazes que leram essa resenha, mas queridos, que mulher nunca sonhou com um cara lindo, bom de cama e romântico. Neste livro, a autora coloca o que faltava para fechar a tampa da perfeição do CG!

Resumidamente após ler o segundo livro me vi impossibilitada de abandonar a série. Assumo que no fim deste livro soube que essa série nada mais é do que uma FF de Crepúsculo, o que me levou a entender a chatice de Ana e levar beeeeeeeem mais em consideração o livro.

Livros da trilogia Cinquenta Tons de Cinza:

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Resenha] Cinquenta Tons Mais Escuros

  1. Pingback: [Resenha] Cinquenta Tons de Cinza | No Meu Mundo

  2. Pingback: [Resenha] Cinquenta Tons de Liberdade | No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s